Eleições 2018

No Senado, Confúcio vai defender fim da estabilidade no serviço público e dos concursos

3

Confúcio Moura nunca escondeu de ninguém suas ideologias e “receitas de sucesso”, tanto que falava (e fala) abertamente sobre esses temas em seu blog. Em agosto do ano passado, em artigo intitulado “Brasil: não é querer ser, mas fazer ser” ele apontou quais idéias defende e já deu a linha de como será seu mandato no Senado Federal, caso seja eleito.

De acordo com o ex-governador, para que o país “funcione” é preciso parar com concursos públicos. Terceirizar serviços meios. Acabar com estabilidade no emprego público. Entregar gestão de teatros, hospitais para organizações sociais. Até mesmo escolas, de maneira progressiva. Credenciar serviços de terceiros, especializados para licenciamentos e auditorias. Gestão privada por concessão para unidades de conservação e rever a gratuidade do ensino universitário nas universidades consideradas públicas.

Veja abaixo a “defesa das idéias” ou CLIQUE AQUI para ler no blog.

Alan Alex
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

IBOPE: Marcos Rogério e Jesualdo foram os que mais cresceram e Fátima a que mais encolheu

Previous article

Por culpa de Cira Moura, Restaurante Popular de Porto Velho será fechado

Next article

3 Comments

  1. O Brasil precisa é acabar com a corja corrupta que tá enraizada em todas as instituições públicas, tirar das mãos destes corruptos o controle das instituições, pois se isso não for feito, não há dinheiro que chegue.

  2. Tem q acabar com a estabilidade de políticos que se reelegem mandato após outro e só pensa em eleição. Não reeleja nenhum político faça ele procurar emprego.

  3. Pensar em algo que funcione para o bem maior da sociedade nem um político pensa, agora, entregar o país a estrangeiros alheios à nossa sociedade é a ideia de quem se reeleger ano após ano e quer apenas se ” livrar” do serviço pesado, que é sentar-se numa cadeira de $1000 reais e votar meia dúzia de projetos meia-boca.

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may also like