Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

População de Cacoal quer renúncia do prefeito

0

Populares lotaram a Câmara para protestar contra o prefeito e assessores

A sessão desta segunda-feira da Câmara de Vereadores de Cacoal foi marcada por manifestações contra os envolvidos na Operação Detalhes deflagrada pela Polícia Civil e Ministério Público de Rondônia na última sexta-feira e que acabou prendendo o presidente da Casa, Paty Paulista e chefe de gabinete da Prefeitura, Maria Ivani de Araújo Sousa. A PM acompanhou os protestos.
As investigações da Operação Detalhes tiveram início há 60 dias e desde então Polícia e Ministério Público vem coletando provas relativas a pagamento de propina, corrupção de agentes públicos na edificação da UPA e também referentes ao terreno destinado a construção do Hospital Municipal.

Durante a sessão a indignação era grande em relação aos últimos acontecimentos que abalaram Cacoal. “Eu acredito que o sentimento, não só o meu, mas de toda a população é um só: Revolta. Aqui é a cidade onde nasceram os nossos filhos, onde nós vivemos e acontecer uma covardia dessas. Esse dinheiro é justamente para os nossos filhos porque nós pagamos por isso, por hospital, pela educação. E pra onde está indo? Pra fazenda em Goiás? Pra Hilux? Isso é revoltante! Agora eu espero que aconteça justiça! Embora eu acredite que essa justiça não será feita, nunca é feita! A Polícia faz o trabalho, investiga, prende, mas a nossa lei sempre abre brechas para essas pessoas, infelizmente”, desabafou Ângela Scolaro.

O Movimento Detalhe que lotou a plenária da Câmara de Vereadores, foi organizado através das redes sociais e teve como uma das organizadoras a jovem Juliana Gonçalves Melatto. Para ela, o povo não poderia se manter calado diante de tanto escândalo. “A minha intenção é representar a população do meu Município, mostrar a indignação do povo porque é uma vergonha o que está acontecendo. Todo esse dinheiro desviado. A gente lembra de quantas crianças morreram nos hospitais nesse ano e nos outros anos por falta de médicos. Nossas crianças estão andando quilômetros porque não tem ônibus para o transporte. A gente anda e cai no buraco porque nossas ruas estão cheias de buracos. Aí vem um escândalo desse e não tem como a população não se revoltar. Por isso eu tive a ideia de montar esse movimento, o Movimento Detalhe, que é como o povo foi citado pela Maria Ivani, a toda poderosa, que vai até comprar uma fazenda no Goiás e uma camionete Hilux. Então a gente veio com a intenção clara de que o que a gente quer é a exoneração de todos os envolvidos e a renúncia do prefeito”, avalia.

Após a sessão da Câmara, que durou apenas uma hora os populares fizeram um panelaço em frente à Casa de Leis de Cacoal. Com cartazes, apitos e batendo panelas, os manifestantes pediam a renúncia do prefeito Francesco Vialetto e a exoneração de todos os servidores envolvidos no escândalo.

Giliane Perin

Comentários
Carregando