População de Mirante da Serra socorre PM que está em situação de penúria

Moradores da cidade de 18 mil habitantes doaram telefone e ajudam como podem o destacamento

O destacamento da Polícia Militar de Mirante da Serra (388 km de Porto Velho) vem atravessando dificuldades de ordem financeira e a população de pouco mais de 18 mil habitantes (12 mil na zona urbana) vem ajudando como pode.

Os comerciantes doam material de expediente e limpeza porque o estado não vem fornecendo e para completar o destacamento estava até sem telefone, situação que também foi solucionada pela população, que doou um aparelho com duas linhas, uma da operadora Claro e outra da Vivo, para que possa ser socorrida em casos de emergência.

O telefone fica sempre com os policiais. A única viatura da PM que atende toda a região foi adesivada na manhã desta quarta-feira. Com uma zona rural imensa para atender, os 12 policiais militares se revezam no atendimento, mas se acontecerem duas ocorrências simultâneas, uma vai deixar de ser atendida por falta de veículos.

Na mesma situação de penúria se encontra a Polícia Civil, com um efetivo de 3 homens e nenhuma viatura. O único carro do órgão, um Gol, está quebrado em uma oficina de Ouro Preto do Oeste há 9 meses e continua sem previsão de ser consertado.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

1 thought on “População de Mirante da Serra socorre PM que está em situação de penúria

  1. Esta notícia está toda equivocada. .nos não estamos sem o telefone 190 meu amigo. Ele está lá. O que falta é efetivo para atender . Quando estamos em alguma outra ocorrência. E os celulares irão ajudar neste sentido. .Quando não estamos no quartel a população poderá ser atendida via celular. .

Participe do debate. Deixe seu comentário

%d blogueiros gostam disto: