Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

População solta fogos e comemora chegada da PC e MP em Buritis; vídeo

0

A população de Buritis comemorou com fogos a chegada da Polícia e de Promotores do Ministério Público estadual na manhã desta terça-feira em Buritis durante a Operação Perfídia. A investigação levou à descoberta de “esquemas” fraudulentos instalados dentro da Administração Pública Municipal de Buritis, notadamente nas Secretarias de Obras e de Educação que visavam ao locupletamento ilícito de agentes públicos, assim como de fornecedores do Município, que se destacaram na prática de crimes, especialmente falsidade ideológica, uso de documento falso, peculato, concussão, corrupção, entre outros, a qual contava com a efetiva participação de empresários e agentes políticos locais.

Apurou-se que valores eram desviados do erário municipal, entre os anos de 2013 e 2014, sob o pretexto de estarem sendo adquiridas peças veiculares para a frota municipal, notadamente para os veículos da Secretaria Municipal de Educação  (Semed), sem que, no entanto, as referidas mercadorias tivessem sido de fato entregues pela empresa “Só Freios LTDA – ME” ao Município.

Extrai-se dos procedimentos instaurados que os processos para a aquisição de peças eram abertos e, em um curto espaço de tempo, os veículos da Semece eram praticamente reformados, vez que a aquisição de peças ocorrera em acentuada monta, e, poucos meses após, os mesmos carros passavam por novas trocas, exatamente com as mesmas peças já trocadas.

Ademais, apurou-se que, no início da gestão atual do Executivo Municipal, vantagens indevidas foram exigidas de fornecedores municipais como condição para que os seus pagamentos a título de “Restos a Pagar” fossem efetuados, o que já restou comprovado na investigação.

Por fim, os trabalhos de investigação, que ocorreram de forma conjunta e compartilhada entre o Ministério Público de Buritis e a Polícia Civil do Estado de Rondônia, identificaram que fora instalado um forte esquema dentro da Secretaria Municipal de Obras que tinha o objetivo de beneficiar terceiros, estranhos ao quadro de servidores, mas próximos a agentes públicos municipais, que recebiam peças veiculares, pneus e manutenção de veículos particulares, bens e serviços que eram adquiridos e realizados com verbas públicas.

Veja o vídeo do momento da chegada da polícia:

Comentários
Carregando