Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Por ciúmes, mulher é morta à golpes de terçado na frente da filha de 4 anos

0

Janaine Bueno Soares, 25, morreu após ser atingida com golpes de terçado, na Rua Elton Mayo, no bairro Monte Sinai, zona norte de Manaus, pelo companheiro, Anderson Souza, após uma discussão por ciúmes na noite de domingo (18). A mulher foi ferida gravemente na frente da irmã, tia e da filha de 4 anos. Após o crime, o homem ainda feriu a tia da vítima e foi espancado por moradores e vizinhos no local antes de ser preso.

O crime aconteceu, aproximadamente, às 20h09 dentro da casa onde Janaine morava, segundo informações da equipe de investigação da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS). A mulher ainda foi levada ao Serviço de Pronto Atendimento (SPA) do Galileia, mas não resistiu e morreu às 20h12 na unidade.

O velório de Janaine aconteceu na manhã desta segunda-feira, em uma igreja no bairro Monte Sinai. À reportagem, a prima da vítima, que não quis ter o nome divulgado, informou que no dia anterior ao homicídio Anderson comprou dois terçados. Ele aferiu com a golpes de terçado na barriga e no peito, cravando com força em frente da irmã, tia e a filha pequena, de quatro anos.

Segundo a prima, eles discutiram por ciúmes dentro de casa, na Rua 5 do Monte Sinai. A vítima era casada há dois anos com o homem, que é técnico de uma empresa de TV paga. Janaine fazia curso de técnica de Enfermagem e era sócia em um restaurante no Monte Sinai junto com a mãe. A família ainda disse que Anderson era calmo e que não imaginava que ele “teria esse acesso de fúria”.

“Ela recebeu o primeiro golpe de terçado na barriga dentro de casa. Em seguida, ela saiu de casa desesperada para pedir socorro quando tropeçou. O Anderson correu atrás dela e voltou a golpear no peito e no coração”, disse a prima.

Os vizinhos invadiram a casa para tentar linchar Anderson, que foi espancado a pauladas e com golpes de enxada. A Polícia Militar foi ao local e conseguiu impedir a agressão. O homem foi preso e o caso foi registrado no 15º Distrito Integrado de Polícia (DIP), que está responsável pela investigação do homicídio.

Comentários
Carregando