Por não aceitar gravidez, homem casado mata amante com ajuda da esposa

Ana Prestes, grávida de 4 meses, estava desaparecida desde o dia 15 de julho deste ano

Um casal, de 24 e 30 anos, foi preso na casa em que morava na cidade de Palmas (PR), suspeito de matar uma mulher grávida de quatro meses, identificada como Ana Carolina Prestes, 22 anos, ocorrido em julho deste ano. Ana estava desaparecida desde o dia 15 de julho deste ano, quando as investigações iniciaram. O corpo da vítima foi localizado em uma lavoura, próximo a uma estrada que corta Palmas e Mangueirinha.

“Durante as diligências, verificamos que havia um registro de Boletim de Ocorrência (BO) aberto pela vítima, poucos dias antes do seu desaparecimento, relatando que estava grávida de um homem casado – que era seu colega de trabalho – e estava sofrendo ameaças por parte dele”, conta o delegado-titular da unidade, Vyctor Hugo Guaita Grotti.

As investigações levaram a polícia até o colega de trabalho da vítima e a esposa dele. De início, os suspeitos negaram o crime. Porém, durante interrogatório, a dupla confessou que havia matado a mulher por causa da gravidez extraconjugal. O delegado disse ainda que o suspeito estava obrigando Ana a abortar o bebê, e que inclusive, já havia lhe dado diversos medicamentos à força para causar a interrupção da gravidez.

O casal foi indiciado por homicídio qualificado e ocultação de cadáver. Se condenados, poderão pegar até 30 anos de prisão.

Deixe sua opinião via Facebook abaixo!
Por favor, dê um like em nossa página no Facebook
Placeholder
Anterior «
Próximo »

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

  • twitter
  • googleplus

Deixe uma resposta

Direto de Brasília

Associado da Liga de Defesa da Internet