Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Portugal recebe Festcineamazônia Itinerante 2014

0

Amazônia e Portugal. No dia 19 de junho, a ponte que mais uma vez irá unir essas distâncias é o cinema. Pelo quinto ano consecutivo, o país lusitano recebe o Festcineamazônia Itinerante, numa programação que extrapola o audiovisual.

Esse ano o local escolhido é a histórica cidade de Évora. Serão exibidos filmes cujas produções giram em torno da problemática ambiental do planeta, mas de forma ampla, utilizando a cultura como referencial e alternativa.

“A ideia é sempre aproximar os países de língua portuguesa através do cinema”, diz Jurandir Costa, um dos coordenadores do Festcineamazônia Itinerante.

Uma das novidades dessa edição é a exibição, em primeira mão, do trailer do filme ‘Foi um rio que me trouxe’, que narra a experiência do escritor português José Luis Peixoto acompanhando o Festcineamazonia Itinerante na Amazônia. Em agosto de 2013, o escritor se uniu à equipe do Festcineamazonia e percorreu comunidades ribeirinhas de Rondônia e Bolívia, fazendo leituras de poemas e conversando com estudantes de todas as escolas dos lugarejos. O filme é dirigido por Ricardo de Almeida.

Mas há muito tempo o Festcineamazônia deixou de ser apenas voltado à chamada sétima arte. É um espaço aberto a todas as manifestações culturais possíveis. Por isso, na atual edição portuguesa, também ocorrerão apresentações musicais e teatro de bonecos, reunidos em um só espetáculo.

“A ideia é que um músico e um marionetista deem vida a duas mãos cheias de bonecos e contem as suas histórias. Histórias sem palavras, ao som da viola campaniça”, diz Fernanda Kopanakis. Viola campaniça é a maior das violas portuguesas, com cinco cordas duplas.

O espetáculo unirá Trulé Manuel Dias, o marionetista, construtor e investigador em formas animadas. O parceiro dele é Tó Zé, que atua na composição e música original, com a viola campaniça.

O encontro de culturas será no Auditório Soror Mariana, em Évora, na quinta-feira, 19 de junho, com entrada livre a partir das 21h30, horário local português.

O Festcineamazônia  tem o patrocínio do BNDES, Governo Federal através da Lei Rouanet, Ministério da Cultura, Secretaria do Audiovisual, apoio cultural do Iphan, Direcção Regional de Cultura do Alentejo, ICA – Instituto do Cinema e Audiovisual, Universidade de Évora e Câmara Municipal de Évora.

Parceiros de Mídia Rádio Parecis FM e Canal Brasil.

O Festcineamazônia é membro do Green Film Network e Fórum dos Festivais.

Comentários
Carregando