Preço da cesta básica tem aumento de 14,6% em Porto Velho

Análise dos valores dos alimentos é referente aos últimos 12 meses.
Feijão é o item com preço que mais cresceu em 2016, com 75,1% de aumento.

A cidade de Porto Velho fechou o ano de 2016 com um aumento acumulado de 14,6% no preço da cesta básica, segundo pesquisa realizada pelo Programa de Educação Tutorial (PET) do curso de Ciências Econômicas da Universidade Federal de Rondônia (Unir). A análise dos valores dos alimentos é referente aos últimos 12 meses.

Dos 12 produtos presentes na cesta básica, 10 apresentaram elevações no preço. O feijão lidera a lista dos alimentos que tiveram aumento durante 2016, com reajuste de 75,1%. Em seguida, vem a farinha com 39,7% de aumento e o açúcar, com 32,3%.

Conforme a pesquisa, no final da lista está a carne, que foi o alimento com o menor reajuste acumulado em 2016, com apenas 4,2%.

Na avaliação, segundo o PET, dois produtos da cesta básica tiveram queda no preço acumulado em 2016. O óleo sofreu uma diminuição de -5,6% no valor e o tomate -3,8%

Segundo o PET, os dados analisados na pesquisa foram baseados no Boletim Mensal do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE) para os meses de fevereiro a dezembro de 2016. Os preços referente ao mês de janeiro de 2016 foram pesquisados pelo programa em diversos estabelecimentos comerciais da cidade de Porto Velho.

Confira o percentual de aumento da cesta básica:

-Farinha: 39,7%
-Açúcar: 32,3%
-Banana: 28,2%
-Manteiga: 24,9%
-Café: 21,8%
-Arroz: 16,9%
-Leite: 16,6%
-Pão: 11,0%
-Carne: 4,2%
-Óleo: -5,6%
-Tomate: -3,8%

Fonte: g1.com

Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Deixe uma resposta