Prédios em Brasília e em SP são esvaziados após terremoto na Bolívia

No Setor Comercial Sul (SCS), abalo durou mais de 5 segundos. Também houve tremor em São Paulo e no Rio Grande do Sul

Um tremor de terra foi sentido no centro de Brasília às 10h40 desta segunda-feira (2). Segundo o Observatório Sismológico da Universidade de Brasília (UnB), o tremor foi reflexo de um terremoto de magnitude 6,8 ocorrido na Bolívia. Os abalos também foram sentidos na Avenida Paulista, em São Paulo, em Santos, em Marília e no Rio Grande do Sul.

“É um tremor considerável, mas ainda não sabemos de estragos no Brasil e na Bolívia. Qualquer tremor assim tem reflexos. Por isso, as pessoas sentiram aqui”, disse o professor da UnB George Sand França.

No Setor Comercial Sul (SCS), foram sentidos três abalos pequenos e um maior, que durou mais de 5 segundos.

“Eu trabalho sentada em uma daquelas cadeiras com rodinhas. Tremeu tudo duas vezes. Até achei que fosse labirintite”, disse a recepcionista Sandra Bastos, 52 anos, que trabalha no segundo andar de um prédio.

“Vi que, além da cadeira, a laranja sobre a minha mesa se mexeu. E aí mandaram a gente descer. Foi bem rápido, mas ninguém entrou em pânico.”

Foram esvaziadas as sedes da Infraero, da Codeplan, da Terracap e da Secretaria de Segurança Pública, e os ministérios da Educação, da Justiça e da Indústria e do Comércio. Servidores também tiveram de sair do Palácio do Buriti, sede do poder no Distrito Federal.

O tremor também foi sentido por pessoas que estavam no Setor de Indústria e Abastecimento (SIA), no Aeroporto Juscelino Kubitschek e em Taguatinga Norte.

Fonte: g1/df

Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Participe do debate. Deixe seu comentário