Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Prefeitura de Ji-Paraná e Sebrae estudam parceria

0

Uma reunião na manhã desta segunda-feira, 18, entre consultoras do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – Sebrae Nacional e local e o prefeito de Ji-Paraná, Jesualdo Pires marcou o início do que pode vir a ser uma parceria mais que produtiva para o Município. A oferta do Sebrae é o fornecimento de ferramentas à Administração Pública visando fomentar e criar condições para a ampliação da participação das micro e pequenas empresas no volume de compras e prestação de serviço do governo municipal.Na reunião, com participação de representantes da Associação Comercial e Industrial de Ji-Paraná – ACIJIP, da Comissão Permanente de Licitação – CPL, da Câmara de Vereadores e da Semed/Ji-Paraná, a consultora do Sebrae-Mato Grosso, Cristiane Tirlone expos a intenção da instituição em disponibilizar, de forma gratuita, assessoria para a Administração Pública visando o fortalecimento econômico por meio de uma maior participação de empresas locais nas compras e prestações de serviço, fornecendo o suporte necessário à esta participação.

Entre as estratégias expostas pela consultora está o compromisso do administrador com um pequeno Plano de Ação sugerido pelo Sebrae, com um passo a passo da gestão no sentido de fomentar tais mudanças. Entre as sugestões, está a criação do cargo do Agente de Desenvolvimento Local, que deverá ser escolhido pelo gestor para servir como intermediário entre a demanda da administração e as micro e pequenas empresas do município.De acordo com Sirlei Aparecida, do Sebrae-Ji-Paraná, a entidade tem trabalhado em várias frentes, entre elas com o próprio Tribunal de Contas do Estado buscando soluções para a desburocratização dos processos licitatórios, a exemplo de outros estados brasileiros, e diretamente com a classe empresarial, no sentido de Promover a capacitação das MPEs para conhecimento sobre os principais instrumentos jurídicos e operacionais que propiciem seu acesso no mercado das compras governamentais.

 O prefeito se mostrou receptivo às propostas das consultoras e participou a elas das dificuldades encontradas na Administração Municipal com relação à participação das MPEs.“Realmente temos muito que evoluir no sentido de ampliar a participação do micro e pequeno empresário nas compras governamentais. Para se ter uma ideia, às vezes não conseguimos a contratação de empresas para prestar serviços que são comuns na cidade, como a lavagem de um caminhão ou mesmo o conserto de um pneu furado, pela falta de participação de empresas desses ramos nos pregões”, explicou o prefeito ao se comprometer em analisar o plano de ação sugerido pelo Sebrae.

Fonte:Rul

Comentários
Carregando