fbpx
Prefeitura de Porto Velho promove ação para intimidar chegada do Uber

Uma operação totalmente direcionada para prejudicar a chegada do Uber foi montada pela prefeitura de Porto Velho nesta quarta-feira. Com o pretexto de “apreender veículos piratas”,  a gestão de Hildon Chaves passou a intimar os motoristas que se dispõe a prestar serviços ao aplicativo. Mesmo negando que a operação seja direcionada, não há como contestar a “coincidência”.

O vereador Edwilson Negreiros, cuja família é proprietária da maior frota de taxis de Porto Velho e é líder do prefeito na Câmara, é o principal responsável pela interferência na chegada do serviço.

O Uber entrou em funcionamento de forma oficial a partir desta quarta-feira. O aplicativo ofereceu descontos e até bônus de R$ 10 a R$ 20.

Alguns taxistas quebraram um carro que estaria prestando serviços ao Uber.

Carro atacado por taxistas em Porto Velho nesta quarta-feira
Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta