Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Prefeitura estuda decretar estado de emergência ambiental devido as queimadas

0

A Prefeitura de Porto Velho já estuda decretar situação de emergência ambiental a partir da próxima semana por conta das queimadas no município, segundo a Secretaria de Meio Ambiente (Sema) da capital. O gestor da pasta, Edjales Benício, diz que os dados do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e do Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam) apontam um crescimento neste período, comparado com o ano passado. No entanto, a secretaria ainda não está recebendo denúncias.

“Ano passado já foi crítico e esse ano está muito pior. A gente percebe muitas pessoas inalando fumaça, poeira. A situação não está boa. E por isso, estamos atuando no tripé fiscalização, orientação e combate às queimadas”, esclarece o secretário.

De acordo com o Washington Cortez, chefe de fiscalização da Sema, é comum no período de estiagem, de julho a outubro, haver as queimadas. “A gente tem percebido que as queimadas começaram bem antes que o normal. Em maio, junho, já havia pessoas colocando fogo. E isso é crime”, afirma.

Para ajudar no combate às queimadas urbanas, a prefeitura contratou 20 bombeiros civis que devem atuar em plano estratégico junto com o Corpo de Bombeiros. Outra medida que tem sido tomada, é o trabalho nas escolas para conscientizar a população quanto ao crime. “Nós já montamos o nosso plantão de queimadas, que atende de 8 horas até às 19 horas, mas a secretaria mudou de endereço, nosso telefone 0800 647 1320 ainda não foi reinstalado. Por isso ainda não estamos recebendo as denúncias”, afirma Cortez.

Neste ano, as ações educativas e de fiscalização continuam no perímetro urbano e ainda se estenderam também aos distritos. A secretaria atua, segundo Cortez, por denúncia. Quando identificado a pessoa que fez a queimada, ela pode ser multada no valor mínimo de cerca de R$ 3.445,00. “A multa das queimadas é uma das mais pesadas. Se a pessoa estiver queimando uma folhinha no seu quintal e for flagrada, ela pode ser multada no valor mínimo, mas pode chegar até 100 mil UPFs”, diz.

As denúncias sobre queimadas podem ser feitas na Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Sema), localizada na Rua Dom Pedro II, 1038, no antigo Hotel Samaúma. A Sema acredita que a partir da próxima segunda-feira, o telefone 0800 647 1320 também já esteja recebendo a ligações.

Comentários
Carregando