fbpx
Premier de Portugal é derrubado por aliança partidos contra austeridade

Após pouco mais de dez dias, o governo conservador do premier Pedro Passos Coelho foi derrubado em Portugal, em manobra política que não era realizada no país há cerca de 30 anos.

Legisladores contrários a medidas de austeridade forçaram o governo centro-direitista a renunciar nesta terça-feira, dia 10, ao rejeitar as propostas políticas para o novo mandato de quatro anos.

O moderado Partido Socialista fez uma aliança inédita com o Partido Comunista e o radical Bloco de Esquerda para conseguir uma maioria de 122 cadeiras – do total de 230 – no Parlamento, rechaçando as propostas e causando a renúncia.

Desta forma, com a promessa de revogar medidas de austeridade, o líder socialista Antonio Costa deve se tornar o novo premier nas próximas semanas.

Os progressistas querem reverter políticas de cortes de pagamentos, pensões e serviços públicos, além de aumento em impostos, que causaram protestos da população nos últimos anos.

Após pedido de resgate em 2011, em meio a crise na eurozona, opositores criticam possíveis mudanças, com medo de retornar a política de gastar dinheiro emprestado.
A queda do governo é uma derrota para a estratégia de austeridade imposta pela Alemanha para dar fim à crise na União Europeia (UE). Portugal, assim como Irlanda, era considerado um exemplo de como as medidas eram eficientes.

Painel Político, principal fonte de informações políticas de Rondônia. Com noticiário completo sobre economia, variedades e cultura.

2 thoughts on “Premier de Portugal é derrubado por aliança partidos contra austeridade

Deixe uma resposta