Presidente da Câmara de Porto Velho teria fugido de local de acidente sem prestar socorro; uma mulher morreu

O presidente da Câmara Municipal de Porto Velho, Jurandir Bengala se envolveu em um acidente no último fim de semana e causou a morte de Helinda Soares de Souza Alves. O acidente aconteceu em uma linha, na região de Rio Pardo. Segundo assessores, “Bengala passou mal enquanto dirigia e bateu de frente com um casal, que estava em uma motocicleta”. Uma mulher, que estava na garupa morreu no local. O condutor da motocicleta foi socorrido em estado grave para o hospital João Paulo II.

Testemunhas informaram, que o vereador cumpria agenda oficial com a comunidade da região.

De acordo com informações relatadas em registro de ocorrência, Jurandir Bengala conduzia um automóvel modelo Pajero Dakar de propriedade do município de Porto Velho no momento que acabou atingindo a motocicleta modelo Honda XR/200, conduzida pelo marido de Helinda.

Após o acidente, segundo narra a autoridade policial, o vereador teria fugido do local sem prestar socorro e deixou a vítima agonizando por cerca de 30 minutos antes de morrer. Moradores da região acionaram o socorro e conduziram o condutor da motocicleta para PS João Paulo II da capital e segue em estado médico grave.

Policiais militares que integravam a guarnição que atendeu a ocorrência, apenas ficaram sabendo que o condutor era o presidente da câmara de Porto Velho através de informações de testemunhas.

Os PM’s realizaram buscas no distrito de Jaci-Paraná e na residência do vereador, no intuito de tentar localizar Jurandir Bengala, porém o vereador não foi encontrado pela guarnição.

Equipes do IML e de análise pericial da Polícia Civil foram até o local do acidente para recolherem o corpo da vitima e coletarem os dados necessários para a elaboração do laudo, que identificará a velocidade que o vereador trafegava na estrada vicinal.

Como fugiu do local, não será possível a realização do teste etilométrico no presidente da câmara para saber se houve consumo de bebida alcóolica por parte dele, que voltava de um festival no distrito de Rio Pardo.

O caso segue sob investigação da Polícia Civil.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta