Preso desde fevereiro, João Santana negocia delação premiada

Marqueteiro do PT também ajusta delação da esposa, Mônica Moura

O ex-marqueteiro do PT, João Santana, resolveu aderir à proposta de delação premiada incentivada pela sua esposa, Mônica Moura. Antes reticente, ele agora negocia um acordo de colaboração do casal, que está preso desde fevereiro sob investigações da Lava Jato.

A informação é da coluna Painel, da Folha de S.Paulo, que ressalta ainda que a investigação da operação não via sentido em aceitar a delação de Moura sem a de Santana. Sendo assim, o cenário agora pode mudar.

João Santana, ainda de acordo com a Folha, tinha medo que a delação atrapalhasse futuros negócios, pois o sigilo profissional era garantia de sucesso para ele.

O processo do ex-marqueteiro petista corre no STF e foi remetido por Moro à corte após a inclusão de políticos com foro privilegiado.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta