Preso na Ludus, afastado do cargo e vivendo nos EUA, Testoni quer ser federal

O ex-prefeito de Ouro Preto do Oeste Juan Alex Testoni rompeu relações políticas com o atual prefeito, Vagno Panisoly que se recusou a manter a equipe da gestão anterior. Testoni ajudou na campanha de Vagno, que havia assumido o compromisso de fazer uma “gestão continuada”.

Testoni foi preso em 2014 por denúncias de corrupção, ao lado do então secretário de Obras do Estado à época, Lúcio Mosquini. Eles teriam, segundo o Ministério Público, fraudado a licitação das obras do chamado “Espaço Alternativo” em Porto Velho e de acordo com as investigações a empresa executora pertencia, de fato e não no papel, a Testoni. Na decisão que amparou sua prisão foi decretado o afastamento das funções públicas. Em agosto de 2015 ele conseguiu retornar ao cargo e terminou seu mandato.

Sem muito alarde, apoiou a candidatura de Vagno Panisoly e foi para os Estados Unidos, onde mantém uma cafeteria e passa parte de seu tempo entre os EUA e São Paulo e eventualmente vai à Ouro Preto. Apesar de não estar “de corpo presente”, vem fazendo pesquisas de opinião e está avaliando seriamente a possibilidade de disputar uma das oito vagas na Câmara Federal.

Atualmente Alex Testoni está filiado ao PSD, de Moreira Mendes, mas vem conversando com o PSB.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta