Presos do semiaberto limpam ruas e jardins de Cacoal, RO

In Rondônia
Presos do semiaberto limpam ruas e jardins de Cacoal, RO

Trabalho está sendo feito após convênio; 24 presos participam.
Objetivo, segundo judiciário, é expandir ação para mulheres presas.

Detentos da Casa de Detenção estão há uma semana trabalhando na limpeza de ruas e jardins de Cacoal (RO), a 480 quilômetros de Porto Velho. Inicialmente 24 presidiários do regime semiaberto exercem a função. Conforme a prefeitura do município, o trabalho nas ruas é resultado de um convênio assinado entre poder executivo e o poder judiciário.

De acordo com a prefeita, Glaucione Rodrigues (PMDB), o objetivo de colocar os apenados para trabalhar é melhorar a limpeza urbana. “É um projeto piloto, que é bom para todos. Além de melhorar a limpeza, estamos ao mesmo tempo oferecendo uma oportunidade aos presos do regime semiaberto para que possam trabalhar, reduzir suas penas e começar uma reinserção social”, aponta.

Ainda segundo a prefeita, com esse convênio a prefeitura pode cumprir um papel social de custo menor, que ainda permite uma ação de limpeza urbana.

Jucilmar dos Santos cumpre pena por receptação e foi um dos selecionados para fazer parte do projeto de ressocialização. Segundo ele, esta é uma oportunidade que os presos têm de voltar à sociedade.

“A gente está aqui para trabalhar e esperamos que a sociedade possa nos enxergar com outros olhos, porque não somos bichos de sete cabeças e quando temos oportunidade nós fazemos por merecer”, comenta.

O juiz de direito Ivens dos Reis Fernandes, da 2ª Vara criminal de Cacoal, explicou que os detentos escolhidos passaram por uma “rigorosa seleção” e estão aptos a desempenhar as funções de limpeza.

“Temos a pretensão de expandir o projeto. É uma oportunidade única. São novas portas se abrindo”, disse o juiz.

Apenadas

Segundo a prefeitura, também existe um projeto que deve ser desenvolvido nos próximos meses com as apenadas do município. A ideia é capacitar as detentas para desenvolver atividades de corte e costura. Tudo deve funcionar dentro da unidade prisional. Para isso, uma sala especifica está sendo construída.

“Será uma oportunidade para as mulheres se especializarem, aprenderem uma profissão e ainda ocupar a mente. Nosso projeto é que elas possam confeccionar lençóis para os hospitais e enxovais para crianças recém-nascidas”, explica a prefeita.

Fonte: g1.com

Deixe sua opinião via Facebook abaixo!

You may also read!

Bancada do PMDB pede que Temer não sancione projeto de terceirização aprovado pela Câmara

Bancada do PMDB pede que Temer não sancione projeto de terceirização aprovado pela Câmara

Espalhe essa informação Segundo os senadores, a proposta revoga conquistas trabalhistas e precariza as relações de trabalho no país.

Read More...
Deputado Edson Martins destina recursos para Alto Alegre dos Parecis

Deputado Edson Martins destina recursos para Alto Alegre dos Parecis

Espalhe essa informação Vereadores do município reivindicam apoio para o setor agrícola e compra de ambulância O deputado Edson

Read More...
Vazamento de fotos íntimas da cantora Demi Lovato reforça importância da aprovação de lei brasileira para coibir esta prática

Vazamento de fotos íntimas da cantora Demi Lovato reforça importância da aprovação de lei brasileira para coibir esta prática

Espalhe essa informação Para o advogado, embora o projeto também proteja os homens, são as mulheres as que mais

Read More...

Deixe uma resposta

Mobile Sliding Menu