Pressionada, líder do PSB avalia deixar liderança na Câmara

Pressionada pela direção partidária e pela ala oposicionista da sigla, a líder do PSB na Câmara, deputada Tereza Cristina (MS), avalia deixar o posto até o fim desta semana. O motivo seria a pressão que sofre para obrigar a bancada a votar pela aceitação da segunda denúncia contra o presidente Michel Temer.

“Está indo longe demais essa situação. Ainda não estou decidida, mas devo resolver ainda nessa semana”, afirmou Tereza  nesta terça-feira (10/10). Ela afirmou que, nesta quinta-feira (12), feriado do Dia de Nossa Senhora Aparecida, deve “parar para pensar” e tomar a decisão.

Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Deixe uma resposta