PRF baleado em assalto durante Olimpíada morre no DF

Agente tinha sido transferido, em agosto, para continuar tratamento na capital federal. Ele sofreu trauma cervical e rompimento na medula; criminosos foram presos

Morreu nesta segunda-feira (9), em Brasília, o policial rodoviário Marzio Deon Resende, baleado em agosto do ano passado no Rio de Janeiro em uma tentativa de assalto durante a Olimpíada Rio 2016. O agente foi transferido para um hospital na capital federal para continuar o tratamento após ter sofrido trauma cervical e rompimento na medula, mas não resistiu aos ferimentos.

“Mesmo com a apresentação de momentos de melhoras nos últimos meses, na última semana surgiram complicações e seu estado de saúde foi agravado. Marzio é mais um agente de segurança pública que perde a vida enquanto trabalha em prol de uma sociedade mais segura”, diz a nota da Polícia Rodoviária Federal.

Resende era de Manaus e viajou ao Rio para reforçar a equipe da Polícia Rodoviária Federal (PRF) durante os Jogos. Ele foi atingido com quatro tiros quando deixava o plantão na zona norte da cidade pela manhã, dirigindo, no acesso à avenida Brasil pela rodovia Washington Luiz (BR-070). A PRF é responsável por patrulhar os acessos ao Rio por vias expressas.

No dia seguinte ao crime, a PRF conseguiu prender oito criminosos e localizou o veículo utilizado por eles no atentado contra o policial. No fim do mês de agosto, localizou outros três suspeitos – um rapaz de 25 anos, suposto autor dos disparos, se apresentou espontaneamente.

Resende não foi o único policial vítima de ataques durante a Rio 2016. Uma equipe da Força Nacional foi recebida com tiros durante uma ação no Conjunto de Favelas da Maré, também na Zona Norte do Rio. Três policiais ficaram feridos na ação. Um deles chegou a ser atingido na cabeça por um tiro e levado ao hospital em estado grave.

Deixe sua opinião via Facebook abaixo!
Anterior «
Próximo »

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

  • twitter
  • googleplus

Deixe uma resposta

Direto de Brasília