Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Produção de veículos no Brasil registra queda de 15,3% em julho

0

Recuo, em comparação com o mesmo período no ano passado, fez com que o índice chegasse ao menor nível registrado no mês desde o ano de 2004

A produção de veículos no Brasil apresentou queda de 15,3% em julho, em comparação com o mesmo período no ano passado. O número de 189.907 representa o menor nível para o mês desde 2004. Apesar disso, se comparada com o mês de junho, a produção teve aumento de 4,7%. As informações são Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea).
Publicidade

No resultado acumulado de janeiro a julho, houve uma retração de 20,4% na comparação com o mesmo período em 2015, com 1.205.410 veículos produzidos. Este foi o sexto mês consecutivo de redução na queda acumulada da produção.

Na avaliação por segmentos, comerciais leves e automóveis somaram 183.181 unidades produzidas no mês de julho, queda de 15,1% na comparação com o mesmo mês em 2015 e crescimento de 5,2% em relação a junho. A queda no acumulado de janeiro a julho foi de 20,1%, chegando a 1.158.146 unidades.

Considerando apenas os pesados, a produção foi de 5.091 caminhões em julho, o que significa queda de 22,6% frente ao mesmo mês no ano passado e 8,6% se comparada a junho. No acumulado do ano, o recuo foi de 24,5%, chegando a 36.390 unidades Em relação aos ônibus, foram produzidas 1.635 unidades, queda de 13,7% na comparação com o mesmo mês em 2015 e 10,4% ante o mês anterior. O recuo no acumulado do ano foi de 31%, chegando a 10.874 unidades.

Vendas

Em relação às vendas, o País atingiu 181.408 unidades em julho, queda de 20,3% na comparação feita com o mesmo período em 2015. Em relação ao mês de junho, no entanto, foi registrada uma alta de 5,6%. Analisando o acumulado do ano, em que foram vendidas 1.164.944 unidades, houve queda de 24,7%.

Estoques

Por conta da demanda reduzida, o número de estoques continua alto. As montadoras e concessionárias finalizaram o mês de julho com 222,2 mil unidades em seus pátios. Levando em consideração o atual ritmo de vendas, este estoque é o suficiente para 37 dias.

Demissões

Apesar da alta registrada na produção em julho ante o mês anterior, as demissões nas montadoras continuaram. No último mês, foram perdidas 1.147 vagas de emprego. Levando em consideração os últimos 12 meses, houve corte de 8.919 vagas.

Dessa forma, a indústria de veículos hoje conta com um total de 127.986 funcionários. Este número representa retação de 7,4% na comparação realizada com o mês de julho no ano passado.

Comentários
Carregando