Professor esquarteja irmão e guarda corpo no freezer

In Internacional
Espalhe essa informação

Um professor espanhol matou seu irmão mais novo a marteladas, cortou o corpo e escondeu as partes em um freezer porque não aguentava mais viver com ele.

O homem, de 38 anos, se entregou à polícia no dia 30 de setembro e confessou que cometeu o crime em sua casa no município de Palma de Maiorca, na Espanha.

Em seu testemunho, o professor contou que matou o irmão, de 32 anos, após passar um ano de “tormenta” vivendo na mesma casa que ele.

Os dois estavam brigando constantemente nos últimos 12 meses, ainda segundo o espanhol, mas foi somente no final do mês de setembro que as brigas começaram a sair do controle.

De acordo com informações do jornal americano New York Daily News, o irmão mais novo foi o primeiro a pegar o martelo e tentar atingir o professor, que conseguiu tomar a arma logo em seguida.

Então, “[o professor] pegou o martelo e acertou vários golpes mortais na cabeça [da vítima]”, dizia um relatório divulgado pela polícia.

Quando foram investigar a casa onde os irmãos moravam, a polícia encontrou o freezer da geladeira cheio de ossos e pedaços do corpo.

O freezer e os restos mortais foram levados ao Instituto de Medicina Legal, onde uma autópsia será realizada.

 

Fonte: R7

Deixe sua opinião via Facebook abaixo!

You may also read!

Coluna – Deputados “pró-Maurão” falam abertamente em traição contra o presidente da ALE

Espalhe essa informação Eles querem que Confúcio “feche logo com Acir” para “baixar a bola” do presidente; e ainda,

Read More...

MPT afirma que Greve Geral de sexta-feira é legitima e justa contra Reforma Trabalhista

Espalhe essa informação O MPT ainda reforça sua posição institucional contra as medidas de retirada e enfraquecimento de direitos

Read More...
Senadores articulam “meio-termo” para extinção de foro privilegiado

Senado aprova projeto que altera a Lei de Abuso de Autoridade; veja íntegra do texto

Espalhe essa informação O substitutivo, que tinha sido aprovado pela Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) pela manhã,

Read More...

Deixe uma resposta

Mobile Sliding Menu