Professora vilhenense morre em Barretos após lutar três anos contra o câncer

Será velado na Capela Mortuária de Vilhena, a partir da madrugada de amanhã (quarta-feira, 13), o corpo da professora Iolanda Gonçalves Serodio. Ele tinha 54 anos e morreu no Hospital do Câncer de Barretos (SP) no último sábado, 09.
Iolanda lecionava Educação Física nas escolas Zilda da Frota Uchôa (estadual) e Cristo Rei (municipal). Há mais de três anos ela foi diagnosticada com câncer de mama. Fez tratamentos e chegou a retirar os seios.
De acordo com familiares, mesmo após ser considerada curada, a professora voltou a sentir problemas de saúde. Novos exames indicaram que havia nódulos cancerígenos em seu pulmão.
Iolanda morava em Vilhena havia sete anos. Ela se mudara para a cidade, vindo de Ariquemes. Deixa três filhos, com idades entre 18 e 29 anos. O sepultamento da educadora será realizado amanhã à tarde.

Fonte: FS

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta