fbpx
PT decide apoiar oposição; e Maia anuncia candidatura

Bancada foi criticada pela base por ter cogitado apoiar um candidato da base do presidente Michel Temer para eleição à Presidência da Câmara.

Após receber fortes críticas de sua militância por aventar a possibilidade de apoiar um integrante da base do presidente Michel Temer (PMDB), a bancada do PT na Câmara decidiu por unanimidade apoiar a candidatura do deputado André Figueiredo (PDT-CE) para a eleição à Presidência da Casa, que acontecerá nesta quinta-feira. O anúncio foi feito na tarde desta terça-feira após uma reunião feita a portas fechadas.

Nas últimas semanas, a ala mais pragmática do PT considerou endossar a reeleição de Rodrigo Maia (DEM-RJ) para garantir cargos na Mesa Diretora. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva chegou a defender essa ideia para evitar ficar sem nenhum posto de comando, como aconteceu na eleição do deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) em 2015, quando a sigla lançou o derrotado Arlindo Chinaglia (PT-SP).

A base petista, no entanto, reagiu e disse que seria um contrassenso dar aval a nomes que apoiaram abertamente o impeachment da então presidente Dilma Rousseff. Nas redes sociais, o grupo Muda PT, que abriga correntes de esquerda, disse não ser possível aceitar o voto em “golpistas”. A bancada do PT tem 58 parlamentares, sendo a terceira maior da Casa, ficando atrás apenas dos blocos PP, PTB e PSC, com 73 deputados, e do PMDB e PEN, com 67.

Bloco PP, PTB, PSC

Painel Político, principal fonte de informações políticas de Rondônia. Com noticiário completo sobre economia, variedades e cultura.

Deixe uma resposta