fbpx

O diretório nacional do PT se reunirá, nesta sexta-feira (26/2), no Rio de Janeiro, e vai começar a decidir o futuro do senador Delcídio do Amaral (PT-MS), que está suspenso da legenda por 120 dias desde a prisão, no fim de novembro do ano passado, acusado de atrapalhar as investigações da Operação Lava-Jato.

Segundo o presidente do PT, Rui Falcão, caso o diretório reconheça o pedido de expulsão do senador, feito pelo executivo nacional da legenda, ele será notificado e terá 10 dias para se defender.

[su_frame align=”right”] [/su_frame]Falcão, que no dia da prisão de Delcídio soltou uma nota dura dizendo que a legenda não tem nenhum compromisso em defender o senador, adotou um tom mais ameno após a libertação do politico, na última sexta-feira (19/2). Delcídio deve retornar ao senado ainda nesta semana. “Isso não traz preocupação ao PT e é um direito dele após a decisão do Supremo (Tribunal Federal) de liberá-lo.”

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta