PT pede à PGR para apurar se Temer tentou comprar apoio contra denúncia

Deputados do PT informaram nesta quarta-feira (5) ter pedido à Procuradoria Geral da República que apure se o presidente Michel Temer tentou comprar votos de parlamentares com o objetivo de barrar a denúncia da própria PGR contra ele.

A PGR não havia confirmado o recebimento do pedido até a última atualização desta reportagem. Procurado pelo G1, o Palácio do Planalto informou que não se manifestará sobre o assunto.

O presidente foi denunciado pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pelo crime de corrupção passiva, com base nas delações de executivos do grupo J&F, que contra a JBS.

A denúncia contra Temer está em análise na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara. O relator, Sergio Zveiter (PMDB-RJ) é o responsável por formular um parecer recomendando a aprovação ou rejeição da denúncia.

Independentemente do resultado na CCJ, o relatório de Zveiter será votado no plenário da Câmara e seguirá para o Supremo Tribunal Federal se pelo menos 342 parlamentares votarem a favor da denúncia.

Mais cedo, nesta quarta, o advogado de Temer, Antônio Cláudio Mariz de Oliveira, apresentou a defesa do presidente à CCJ. Segundo ele, Temer não cometeu crime, e a denúncia da PGR é baseada em suposições.

Deixe uma resposta