Putin liderou pessoalmente apoio a Trump em eleições, diz EUA

Serviços secretos americanos acusaram presidente de conspiração

Os serviços secretos dos Estados Unidos disseram ter provas de que o presidente russo, Vladimir Putin, envolveu-se pessoalmente em medidas para interferir nas eleições à Casa Branca.

A informação foi divulgada pela emissora NBC, que citou fontes dos serviços secretos e diplomáticos que tiveram acesso à investigação, que acusa Putin de ter orientado, pessoalmente, como hacker informações do Partido Democrático e usá-las contra a candidata Hillary Clinton.

A CIA já tinha dito que hackers russos teriam favorecido o republicano Donald Trump nas eleições de 8 de novembro, o que foi negado pelo magnata, que definiu a hipótese como “ridícula”.

A mesma palavra foi usada hoje pelo porta-voz de Moscou, Dmitry Peskov. “É um absurdo ridículo, não tem nenhum fundamento”, afirmou.

Durante toda a campanha eleitoral de Trump, Putin sinalizou publicamente sua preferência por uma vitória do republicano. Os dois trocaram elogios e Trump prometeu melhorar as relações dos EUA com a Rússia.

Fonte: noticiasaominuto

Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Deixe uma resposta