Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Queiroz Galvão doou R$ 100 mil para Marcos Rogério e R$ 3 milhões para o PDT

0

A empreiteira Queiroz Galvão, que busca acordo de leniência junto à Justiça, doou nas eleições de 2014, R$ 3.050 milhões para o Partido Democrático Trabalhista (PDT) e R$ 100 mil diretamente para o deputado federal Marcos Rogério, eleito pelo PDT em Rondônia e que agora está no DEM.

Rogério é o relator do processo de cassação do deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ),presidente afastado da Câmara dos Deputados que vem sendo investigado pela Operação Lava-Jato.

O deputado de Rondônia também recebeu R$ 100 mil da empresa JBS S/A através do comitê financeiro para a presidência da República. A JBS repassou ao PDT, no tal em 2014, R$ 5,052,042. O PDT apoia abertamente a presidente afastada Dilma Rousseff e os senadores da legenda também. O senador rondoniense Acir Gurgacz, que foi o relator das chamadas “pedaladas fiscais” e votou pelo afastamento de Dilma, agora trabalha com a possibilidade de votar à favor do retorno de Rousseff, para que “possam convocadas novas eleições”.

Os valores foram declarados à Justiça Eleitoral e constam na prestação de contas do partido e do candidato.

Nesta segunda Feira, a Queiroz Galvão foi apontada pelo lobista Fernando Baiano, de ter pago R$ 7 milhões em propinas para para a campanha de Gabriel Chalita (ex-PMDB, atualmente no PDT) à Prefeitura de São Paulo, em 2012.

Comentários
Carregando