Quem votou em Gurgacz votou em Dilma e no PT. E nem pode reclamar, nós avisamos

Os eleitores rondonienses nem podem ser revoltar com o senador Acir Gurgacz (PDT), relator das chamadas “pedaladas fiscais” que culminaram com o afastamento da presidente Dilma Rousseff da presidência.

Gurgacz teve 312.614 votos em 2014 e durante toda a campanha ele falou de Dilma Rousseff e do “pacote de bondades” do PT. Se iludiu quem quis. Agora nem adianta reclamar. E não foi falta de aviso, abaixo uma relação de matérias publicadas por PAINEL POLÍTICO durante a campanha que mostravam que o senador já estava em situação bem complicada:

Advogado substitui Assis Gurgacz na chapa ao senado

Acir Gurgacz lidera corrida ao Senado, diz IBOPE

Fundação da família Gurgacz é investigada por desvios de mais de R$ 1,6 milhão

MPF denuncia Fundação Assis Gurgacz por fraudes em programa de inclusão digital

No Paraná, Gurgacz tenta explicar suspeitas de desvio de dinheiro público

Gurgacz reafirma apoio à reeleição de Confúcio

Mais um convênio das empresas da família Gurgacz está sendo investigado no Paraná

 

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta