fbpx
Rebelião no Pará deixa agente e 19 presos mortos

Centro de Recuperação foi invadido por volta das 13h desta terça

Vinte pessoas morreram durante uma rebelião de presos no Centro de Recuperação Penitenciário do Pará III (CRPP III) na tarde desta terça-feira. Uma das vítimas é um agente penitenciário. A unidade prisional foi invadida por criminosos que queriam resgatar outros detentos. As mortes foram confirmadas pela secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Pará.

Além dos mortos, quatro funcionários ficaram feridos na invasão. O presídio é uma das unidades do Complexo Penitenciário de Santa Izabel, que fica na Região Metropolitana de Belém. Segundo a secretaria, o presídio sofreu uma tentativa de invasão, por volta das 13h, para auxiliar uma fuga em massa. A ação contou com apoio de um grupo externo fortemente armado. Uma equipe da Força Tática da Polícia Militar foi designada para o presídio. Até as 17h, a policia tinha apreendido dois fuzis, três pistolas e dois revólveres.

“De acordo com informações preliminares, os presos também tinham armas dentro do presídio. Na tentativa de resgate foram utilizados explosivos contra um dos muros do solário do Pavilhão C. Neste momento, ocorreu então intensa troca de tiros entre a equipe que efetuava a tentativa de resgate em apoio externo, parte dos custodiados e a equipe do Batalhão Penitenciário”, explicou a secretaria.

Segundo um levantamento de março do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o CRPP III tem vaga para 432 detentos, mas abriga 659 presos — a lotação está 50% acima de sua capacidade. Ainda de acordo com o levantamento, a situação do presídio é “péssima”. O Complexo Penitenciário de Santa Izabel abriga cerca de 3.400 detentos.

A Companhia de Operações Especiais da PM já deslocou efetivo tático para reforçar a segurança do Complexo. A Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe) ainda não confirma se houve fuga de presos na ação. Uma revista e recontagem de detentos está sendo feita na unidade prisional.

A secretaria informou que desde o início da tarde foram iniciadas as buscas pelos criminosos que atuaram na tentativa de resgate em apoio externo. Também iniciaram as investigações para apurar os grupos que agiram neste episódio, assim como a entrada de armas na unidade, além de todas as circunstâncias das trocas de tiros durante a tentativa de resgate de presos.

O delegado Rodrigo Leão, diretor da Seccional de Santa Izabel do Pará, está com equipe policial acompanhando a situação, além de duas equipes da Divisão de Homicídios e uma da Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRCO).

Fonte: oglobo

Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Deixe uma resposta