Recompensa de R$ 50 mil por informações sobre assasinos pode não ser paga

A Secretaria de Segurança Pública alega que as informações sobre os dos dois acusados não foi por meio do site Webdenúncia.

A Secretaria de Segurança Pública vai avaliar se a denúncia dos acusadas de matar o ambulante na Estação Pedro II do Metrô São Paulo, no domingo (25), enquadram-se na resolução que criou o Programa Estadual de Recompensa. O órgão havia prometido R$ 50 mil por informações de Alípio Rogério Belo dos Santos e Ricardo Martins do NasRecompensa de R$ 50 mil por informações pode não ser pagacimento.

Segundo o Extra, a prisão de Ricardo Martins foi feita com base em investigação policial. Já a prisão de Alípio dos Santos foi feita com uma denúncia anônima enviada por e-mail, e não pelo site Webdenúncia, site em que são feitas as queixas.

Cerca de 35 denúncias foram recebidas após a divulgação do caso. “Nós fomos em todas as 35. Uma a gente sabia que iria dar certo. E uma deu”, afirmou o delegado Rogério Marques disse que a Delegacia de Polícia do Metropolitano (Delpom).

A Polícia Civil informou que os agressores foram indiciados por homicídio qualificado. A Justiça decretou a prisão temporária de 30 dias para os autores. O inquérito continua em andamento e, ao final, será solicitada a conversão das prisões em preventivas.

Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Deixe uma resposta