fbpx
Record proíbe notícia sobre a morte de Marcelo Rezende

Um dia depois da morte de Marcelo Rezende — o apresentador morreu neste sábado (16/9), aos 65 anos, em decorrência de um câncer no pâncreas e no fígado — a direção da Record proibiu qualquer notícia relacionada ao fato.

Segundo o jornal “Notícias da TV”, nenhum noticiário desta segunda-feira (18) citou que Rezende foi enterrado no domingo (17) à tarde. A exceção foi dada para o “Cidade Alerta”. Ao abrir o telejornal, Luiz Bacci citou que alguns objetos do cenário do programa haviam desaparecido “para que o coração fique menos machucado”.

A decisão teria sido tomada a pedido do próprio Marcelo Rezende e reforçada por familiares. O apresentador, inclusive, só concordou em dar uma entrevista ao “Domingo Espetacular”, em maio, revelando estar com câncer, se a reportagem fosse ao ar uma única vez.

O silêncio da emissora durante a última semana — quando o quadro de Marcelo Rezende piorou — só foi quebrado no momento em que o jornalista Reinaldo Gottino interrompeu o “Cidade Alerta” para anunciar a morte do apresentador. No domingo, a emissora exibiu flashes do velório e, diferentemente do habitual, não interrompeu a grade de programação para uma cobertura ao vivo, em tempo real, da despedida de Marcelo.

Fonte: metropoles.com

Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Deixe uma resposta