Regina Duarte diz que é a favor da extinção do Ministério da Cultura

Após vários artistas se posicionarem contra o fim do Ministério da Cultura, uma das primeiras ações do governo de Michel Temer, Regina Duarte seguiu o caminho oposto. Nesta quinta-feira (19), em seu perfil no Instagram, a atriz decidiu comentar o assunto.

Na publicação, ela respondeu ao artigo “Sem pasta própria, Cultura vai permanecer em coma”, publicado no jornal Folha de S. Paulo. Segundo a atriz, recriar o ministério agora seria “auto-engano”, pois o setor não passaria sem problemas pelo “desconserto geral”.

A pasta foi transformada em secretaria, fazendo parte do Ministério da Educação e Cultura (MEC). Após cinco mulheres rejeitarem o convite do governo do presidente em exercício Michel Temer, o secretario carioca Marcelo Calero assumiu o cargo.

Confira o texto de Regina:

“Se o país está “em coma” não entendo a insistência no auto-engano de achar que a Cultura pode se safar, sadia, do desconserto geral que nos abateu . Na teoria (linda!) a prática é outra (dolorida). Sou a favor da ideia de manter a Cultura internada no “Hospital” da Educação. Depois da possibilidade de “alta” vamos ver o que pode ser melhor pra ela e pra todos nós , brasileiros”.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Participe do debate. Deixe seu comentário