Regulamentação de uso de som discutida na Assembleia Legislativa

Maurão de Carvalho e Léo Moraes acompanham discussões sobre o assunto

A discussão sobre o uso de aparelhos de som, não apenas em casas noturnas e bares, mas também em manifestações culturais e religiosas, foi discutida pelo presidente da Assembleia Legislativa, Maurão de Carvalho (PMDB), o deputado Léo Moraes (PTB) e o vereador de Vilhena, Rafael Maziero (PSDB).

Léo Moraes tem participado das discussões, que envolvem a Polícia Ambiental, o Ministério Público, entidades que representam o setor de bares e restaurantes, entre outros, em busca de uma regulamentação que permita o funcionamento dessas atividades, desde que seguidas normas claras.

“Não queremos a baderna e o descontrole. Ao contrário, precisamos de regras claras e que funcionem, sem prejudicar a quem trabalha na noite, sem interferir nas manifestações culturais e nem nas religiosas. Mas, sem deixar de se respeitar os demais cidadãos”, explicou Léo.

Maziero disse que em Vilhena, o recrudescimento da fiscalização em bares e casa noturnas, inclusive com a aplicação de multas pesadas, tem gerado prejuízos para o setor, daí a necessidade de ampliar as discussões.

“É preciso uma lei estadual que regulamente essas atividades, que envolvem o emprego de muita gente, além de garantir a diversão das pessoas. É bom registrar, ainda, que até as igrejas têm sido afetadas pelos rigores da lei atual, que a meu ver, precisa ser ajustada, sem causar prejuízos aos demais cidadãos, que precisam de seu descanso”, observou o vereador.

Novas discussões seguirão e a ideia é construir um projeto que regulamente o setor, que deverá ser apresentado pelo deputado Léo Moraes na Assembleia Legislativa.

Painel Político, principal fonte de informações políticas de Rondônia. Com noticiário completo sobre economia, variedades e cultura.

Deixe uma resposta