Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Resenha – Ana da 8 dificilmente volta ao cargo

0

Ameaça

De acordo com a Associação dos prefeitos de Rondônia, os alcaides ameaçam fechar as portas das prefeituras em protesto contra a diminuição dos repasses constitucionais. Alegam que a União concentra a arrecadação e não distribui de forma justa para estados e municípios o que provoca a paralisia de ações em andamento.

Renúncia

Embora a carga tributária brasileira seja uma das mais extorsivas do mundo e a arrecadação tem batido todos os recordes, os municípios estão com razão em criticar a concentração dos tributos nos cofres da União e a má distribuição dos fundos constitucionais. Como é verdade que muitos dos prefeitos que ameaçam entrar em greve não fazem falta nenhuma aos munícipes, pois são incompetentes ou querem mais recursos para usá-los em malfeitos. A torcida é pra que renunciem aos mandatos.

Exemplo

As imagens de um paciente residente em União Bandeirantes, distrito da capital, sendo transportado numa carroceria de uma caminhonete revelam o quadro lastimável em que se encontra a gestão da saúde em Porto Velho. A única ambulância disponível no distrito está sem pneus e sem gasolina para transportar os doentes de União Bandeirantes para uma unidade hospitalar da capital. É um exemplo crasso da incompetência administrativa, apesar do prefeito ser um médico.

Posse

O ex-prefeito de Castanheiras, Hélio Dias, foi nomeado Secretário de Estado para Assuntos Estratégicos em substituição a Cleiton Roque. A indicação é do PSB. O ex-prefeito é administrador de empresa e engenheiro agrônomo, administrou Castanheiras por três mandatos.

Sinecura

Enquanto para a direção do DETRAN o governador optou em manter o órgão sob o domínio da família Gurgacz. Assumiu na diretoria geral Solange Gurgacz, esposa do ex-diretor geral e vice-governador Ailton Gurgacz (PDT). Não foi divulgada qual experiência que a nova empossada tem com o órgão ou com o serviço público, mas a família é proprietária da maior frota de ônibus do estado.

Técnico

Para substituir Lúcio Mosquini na direção do Departamento de Estradas e Rodagens (DER) foi indicado o engenheiro do próprio quadro Ubiratan Bernadino Gomes. O critério da escolha foi técnico, mas a nomeação passou pelo crivo de Mosquini que deixou o órgão para se lançar como pré-candidato a deputado federal pelo PMDB.

Piada

O governo estadual promete inaugurar o teatro ainda este semestre. As instalações e a arquitetura são da melhor qualidade e podem propiciar à população bons espetáculos. O único problema está em quem vai ser indicado para administrar a casa, pois a área anda sendo ocupada por quem não tem intimidade com a cultura. Para a inauguração falam que estão programando um show sertanejo. Espero que seja apenas uma piada.

OSEP

A Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (OSEP), uma das bem conceituadas do mundo, seria uma boa medida para a inauguração do teatro de Rondônia. Ou mesmo um belo concerto regido pelo maestro João Carlos Gandra Martins, maior intérprete de Bach. Uma inauguração de gala, apesar do gosto dos assessores palacianos apreciadores das músicas sertanejas de Luan Santana e Michel Teló.

Defenestrada

O Tribunal de Justiça de Rondônia determinou que a Assembleia Legislativa empossasse a suplente de deputada estadual, Stella Meri, no lugar da deputada encalacrada Ana da 8, suspensa do mandato por seis meses. Não vai ser fácil a parlamentar afastada retornar ao cargo. O tempo dirá. Outra eleição, pode esquecer.

Estranho

O PSOL encaminhou uma ata para a imprensa com a lista contendo os nomes dos pré-candidatos às eleições de outubro. O estranho é que não é relacionado o nome do principal filiado do PSOL rondoniense, Aluísio Vidal. Houve veto ou boicote?

Censura

O presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, defendeu o direito à informação como “valor essencial no regime democrático”.Mas ressaltou que não pode ser confundido com violação da privacidade, da imagem e da honra, “muito menos servir ao discurso do ódio, do racismo, da discriminação de gênero, da estigmatização religiosa”, que Barbosa classificou como “intrínsecos perigos” da liberdade de expressão. O ministro, no entanto, é favorável a regulação da imprensa. Exatamente como defende os petistas. Vixeeeee!

Preocupação

Os servidores municipais da capital podem ficar sem um serviço essencial à saúde caso os hospitais conveniados cumpram a ameaça de suspender o atendimento médico porque a direção do IPAM não quita os débitos atrasados nem atualiza os preços das consultas há anos. O sindicato dos hospitais quer que o dirigente do instituto abra conversações, mas o burocrata está irredutível e se lixando para os desdobramentos da crise.

Comentários
Carregando