Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Resenha – Depoimento de Valter rende abertura de dois inquéritos

0

Furo

Causou um furor enorme nos bastidores políticos o furo dado pelo articulista Alan Alex sobre as revelações feitas pelo ex-presidente da Assembleia Legislativa, Valter Araújo, envolvendo os ex-colegas deputados estaduais com supostas propinas para aprovar isenções fiscais às usinas. O trabalho primoroso do jornalista trouxe a público revelações que em reservado todos comentavam abertamente sem as devidas comprovações.

Delação

A coluna apurou que Valter Araújo se encontrou por três vezes com o Procurador da República, Reginaldo Trindade, nas dependências do Presídio Federal, onde o ex-parlamentar está custodiado. Trindade ouviu as revelações e encaminhou aos superiores o pedido de delação premiada. Mas não foram entregues nenhuma prova concreta.

Provas

Embora o depoimento de Valter Araújo seja extremamente valoroso porque conhece amiúde os bastidores da Assembleia Legislativa e suas mazelas, corre o risco de não alcançar o objetivo de conseguir o reconhecimento judicial da delação por não apresentar provas robustas capazes de comprovar os malfeitos dos colegas parlamentares.

Inquéritos

Entretanto, dois procedimentos foram abertos para que os fatos delatados sejam investigados e, com a quebra de sigilo bancário, é possível que as propinas sejam encontradas, já que a grana da mesada teria sido sacada em uma das agências que as empresas (ou as fornecedoras) possuem contas.

Depressão

Valter está deprimido e se queixa do racionamento da água no presídio. Há registros de que nos últimos dois meses chegou a faltar água por vinte horas consecutivas, transformando as minúsculas celas em verdadeiras pocilgas.

Confissões

Valter Araújo deveria aproveitar este momento de confissões para revelar também se na eleição da mesa diretora da Assembleia Legislativa que o escolheu para a presidência houve ou não uma grana extra para os colegas. Nos bastidores o assunto também correu solto sem que houvesse comprovação. Uma dúvida que persiste até hoje.

Acirramento

Pelos números disponíveis nos sites de pesquisas registradas no TER a vaga ao Senado Federal vai ser disputa voto a voto entre os possíveis concorrentes. Acir Gurgacz (PTD), candidato a reeleição, torce para que o Superior Tribunal de Justiça denegue um recurso intentado pelo deputado federal Rubens Moreira Mendes (PSD) para que fuja da lei da ficha limpa e concorra a vaga. Na hipótese de Moreira Mendes conseguir uma decisão favorável, Acir terá pela frente um disputa dura pra vencer. Ainda que Moreira Mendes fique fora da disputa, a vaga senatorial estará em aberto e suscetível a qualquer corajoso que decida encarar o pleito.

Defenestrado

O deputado estadual Cesar Licório deverá ceder à vaga aberta na Assembleia Legislativa ao segundo suplente do PRB por cometimento de infidelidade partidária, visto que deixou a legenda logo após ser diplomado suplente. Convocado para assumir, tomou posse irregularmente. A Justiça Eleitoral de Rondônia analisa o caso e a tendência, segundo a regra, é que o parlamentar seja defenestrado e empossado o segundo suplente do PRB.

Crédito

A Câmara Federal aprovou anteontem a Medida Provisória 637/13, que abre crédito extraordinário de 1,97 bilhões. A maior parte dos recursos será para atender as populações vítimas de desastres naturais em cidades em situação de emergência ou calamidade pública. A matéria precisa ser votada ainda no senado.

Esmola

Como esses recursos extraordinários são destinados a todos os municípios do país em estado de emergência e calamidade, a exemplo de Porto Velho, Mamoré e Guajará-Mirim, deduzimos que a parte a ser destina aos municípios rondonienses é infinitamente inferior ao que almejam os prefeitos. Mauro Nazif declara por onde passa que os prejuízos com as enchentes na capital ultrapassam a um bilhão de reais. Pelo visto vão mandar alguns caraminguás.

Pressão

Com o nível das águas dos rios voltando ao normal e com as estradas e rodovias fluindo o tráfego, é possível perceber uma mobilização quase silenciosa de madeireiros, políticos, latifundiários, entre outros, interessados em pressionar as autoridades para que a estrada que passa em reservas e da acesso aos municípios de Nova Mamoré e Guajará-Mirim permaneça aberta definitivamente.

Precedente

A abertura da estrada parque foi importante para retirar do isolamento às famílias dos municípios ilhados pelas cheias, vitimados com o desabastecimento. Não havia outro caminho senão abrir aquela rodovia. Agora vão começar as lorotas para que seja mantida aberta ao arreio da legislação ambiental. O precedente é perigoso porque atende apenas a gana dos interessados nas riquezas naturais. Além dos traficantes.

PSB

O pré-candidato a presidente da república pelo PSB, Eduardo Campos, reúne os correligionários do norte em Manuas, sábado e domingo. Uma comitiva liderada pelo prefeito da capital Mauro Nazif vai a capital do Amazonas prestigiar o evento. Poderia aproveitar a oportunidade para macaquear alguns programas do ex-governador pernambucano que ajudaram a impulsionar a economia daquele estado. Qualquer ação que Nazif implemente é melhor que nada. Pior do que está não pode ficar.

Comentários
Carregando