Resenha – Nazif ganha de goleada em todos os quesitos de administração ruim

Suspensão

Preventivamente o Diretório do Partido dos Trabalhadores de Porto Velho suspendeu a filiação do vereador insurreto, Jurandir Bengala, por ter descumprido a determinação partidária para votar pela cassação dos vereadores encalacrados com a ‘Operação Apocalipse’. Bengala votou contra e salvou os colegas da cassação. Se optar pela expulsão, o PT pode reivindicar a vaga e o vereador corre o risco de perder o mandato.

Guerrilha

Há um exagero em afirmar que existe um movimento guerrilheiro em Rondônia infiltrado na denominada Liga dos Camponeses Pobres que insufla a luta pela Reforma Agrária de forma violenta.

Despreparo

O problema fundiário nacional decorre da inércia estatal em assentar as famílias sem terra com mais rapidez e a leniência com que trata alguns dos autoproclamados líderes. A instrumentalização política do movimento é que descamba para a violência. Guerrilha, da forma clássica, não há. É uma invenção de um aparelho policial despreparado para lidar com os movimentos populares que todos os dias eclodem no campo e na cidade. Reduzir o problema a uma questão meramente ideológica não é o melhor caminho para nenhum dos lados, visto que só acirra os ânimos.

Desmoralização

A execução de um policial no conflito de Rio Pardo é lamentável e revela o acirramento da questão agrária. O problema fundiário não serve de desculpa para se tirar a vida de ninguém. Os líderes do movimento não vão apontar o executor, mas deveriam. Ao proteger o assassino desmoralizam a luta pela terra, colocam o movimento na marginalidade e alimentam os boatos mais inverossímeis.

Escândalo

Com um gasto exorbitante de mais de 215 mil reais com diárias, a Câmara dos Vereadores de Ji-Paraná está protagonizando um escândalo de desperdício. A justificativa é que estes dispêndios são liberados para que a edilidade possa desempenhar funções fora da sede do município, mas na prática não passa de gastos perdulários sem interesse público. A população está revoltada e quer verificar o resultado prático das viagens dos nobres vereadores custeadas pelos tributos dos eleitores.

Desaparecido

Em visita ao município de Ariquemes a coluna percebeu que o atual prefeito, a exemplo do colega de Porto Velho, não está bem com os munícipes. A cidade está suja, com ruas esburacadas e sem perspectiva de melhora. Lourival Amorim, prefeito, anda sumido e muito criticado.

‘Cooperação’

Próximo do final do ano, os servidores do DETRAN decidiram entrar em greve por melhoria de condições de trabalho. Alegam que até materiais de expediente são adquiridos através de cotas feitas pelos próprios funcionários. Poderia ser interpretada como férias natalinas antecipadas não fosse o caráter das justas reivindicações que motivaram o movimento paredista. É a primeira greve decretada por condições dignas de trabalho. Para uma administração que se auto intitula da “cooperação” é uma boa oportunidade para entrar na cota e rachar o material de expediente com os barnabés.

Calote

Caso se confirme a especulação de que o Governo do Estado pretende dar um calote por três meses nos fornecedores visando priorizar as verbas alimentares dos servidores públicos, vai provocar uma confusão grande e pode refletir em prejuízos para os terceirizados: inclusive com demissões. Entre o calote e o atraso salarial o governo não hesitará em aplicar o primeiro para evitar desgastes políticos com o segundo.

Pesquisa

A coluna teve acesso a mais uma rodada de pesquisa que avaliou o humor dos munícipes com seus prefeitos, feitas em seis municípios. Dr. Mauro Nazif, prefeito da capital, ganha de goleada em todos os quesitos de administração ruim. Seguido pelos alcaides de Jaru, Guajará e Rolim de Moura.

Encontro

Os radialistas de Rondônia realizaram um encontro, no final de semana, em Porto Velho, onde debateram vários temas de interesse da profissão. Organizado pelo radialista Fábio Camilo, o evento contou coma presença de profissionais de vários municípios e surpreendeu pela qualidade dos debates.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta