Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Resenha Política – Robson Oliveira

0

Bombardeio

Como a Justiça Eleitoral veda gastos com propaganda oficial no período das eleições que se inicia na terça-feira da próxima semana (10), data destinada ao começo das convenções partidárias, o Governo de Rondônia bombardeou a população com um exagerado pacote de peças publicitárias com (ou enrolando) as ações governamentais nas diversas áreas.

Frustração

Embora seja enorme a quantidade de veiculações de propaganda governamental, não há em nenhuma das peças uma obra ou ação administrativa de impacto que consiga resistir à lembrança do rondoniense por uma semana, visto que o conjunto da obra é muito pequeno em relação à expectativa que convenceu o eleitor a escolher Confúcio Moura quatro anos atrás. Há uma grande frustração coletiva que provocou um imenso hiato político.

Enrolação

Na tentativa de melhorar a imagem do chefe do executivo estadual junto ao eleitor, um dos VTs veiculados nas televisões locais chega ao desplante de informar que Rondônia é a segunda unidade da federação que mais contratou através de concurso público. Esqueceu-se de adicionar a peça publicitária que a contratação dos ‘barnabés’ por concurso público é uma exigência constitucional e que não foi o único a contratar através desta exigência constitucional. O conteúdo da peça é pura enrolação.

Abuso

Não passou despercebida a quantidade de aeronaves que aterrissaram no aeroporto de Pimenta Bueno, sábado passado, quando o governador Confúcio Moura foi ao município para inaugurar uma usina de calcário. O que chamou a atenção dos presentes foi o número incomum de passageiros que desembarcou e que teve seu deslocamento pago pelos contribuintes sem nenhuma justificativa plausível. Basta uma simples pesquisa nos órgãos da aviação civil para a confirmação ou não do suposto abuso, haja vista que todas as aeronaves são obrigadas a registrar os nomes dos passageiros.

Guerrilha

Os partidários do padre Ton, pré-candidato a governador pelo Partido dos Trabalhadores, são os mais assíduos e afoitos nas mídias sociais, em particular no Facebook. Todos os dias atacam os adversários, propagam as virtudes do vigário e xingam os internautas que destilam ódio contra o PT.

Conto

Os petistas mostram que estão bem armados para uma guerrilha virtual, mas não são capazes de explicar a demolição administrativa que alguns companheiros de armas provocaram (e provocam) nas administrações municipais. Estão corretos em abrir fogo contra as mentiras e ataques que o partido é vítima, o problema é saber se o arsenal disponível é capaz de convencer o eleitor rondoniense de que a candidatura do padre Ton não é mais um conto do vigário sob a benção petista.

Antipatia

Mesmo não sendo um parlamentar medíocre, o senador Acir Gurgacz (PDT) não conseguiu ainda empolgar a base dos partidos aliados para apoiar a sua reeleição. Nas coxias políticas Acir é tido como uma pessoa intolerante, antipática e elitista. Adjetivos nocivos a quem almeja o reconhecimento nas urnas.

Incômodo

Apesar dos traços pessoais conspirarem contra Acir Gurgacz, ao verificarmos os nomes especulados como os prováveis concorrentes ao Senado aptos para a disputa, é possível constatar que as dificuldades enfrentadas pelo senador pedetista podem ser transpostas, embora a antipatia seja um incômodo para qualquer marqueteiro em qualquer campanha. Que o diga o governador paulista Geraldo Alkmin, conhecido como ‘picolé de chuchu’.

Escolha

Entre um candidato irascível e um incompetente, o primeiro ainda é um mal menor. Na hora de votar o eleitor sabe perceber essa diferença, para irritação de parte dos analistas de plantão que adora subestimar a capacidade de discernimento do homem comum quando vai às urnas. Razão pela qual vai se exigir dos concorrentes um esforço enorme para vencer Acir.

Intolerância

Concordo plenamente com o Reginaldo Trindade, Procurador da República, em seu artigo publicado no final de semana quando diz que o trânsito da capital está caótico e os condutores dos veículos estão intolerantes. Não raro é possível testemunhar condutores em vias de fato por um simples acidente. O mau humor do chofer porto-velhense não justifica agressões físicas, mas são toleráveis uns palavrões às nossas autoridades responsáveis pela balbúrdia. Além do trânsito, Porto Velho está um caos administrativo.

Usina

Para que a coluna não seja acusada de parcial em relação aos feitos dos governistas do estado, a inauguração da usina de calcário merece aplausos. Há algum tempo que os governos prometiam colocar em funcionamento esta unidade e nunca saía do papel. Em funcionamento a agricultura rondoniense tem tudo para dar um novo incremento com um calcário a preços acessíveis, visto que nosso solo contém muita acidez.

TSE

A decisão unânime do Tribunal Superior Eleitoral em relação aos pré-candidatos com pendências judiciais similares ao de Expedito Junior, presidente estadual do PSDB, amplamente divulgado na imprensa na última sexta-feira, foi abordada nesta coluna dois meses atrás, com as mesmas conclusões. Quando afirmamos que Junior tecnicamente estaria elegível os desafetos do pré-candidato desdenharam a coluna e os rábulas da ocasião zombaram das conclusões. O conteúdo da decisão está disponível do site do TSE. Embora saibamos que os governistas vão arguir a impugnação da candidatura tucana para que seja vetada aqui com o único objetivo de confundir o eleitor e desgastar o candidato. Agora é aguardar, apesar de antever a sentença final.

Tristeza

É um começo de semana muito triste para este cabeça-chata que é um apaixonado torcedor do Flamengo: além de permanecer sobre o leito acometido por uma gota serena o time vai de ruim a pior. Passaremos um mês na penúltima posição da tabela, bem na rabeira para cair à segunda divisão. Sou otimista e acredito que após a copa vamos reagir. O único alento é saber que os vascaínos não podem nos sacanear, visto que seguem rápido em direção à terceira divisão. Quanto à cura da minha gota, deixo por conta do meu médico o vascaíno Victo Sadeck que é um doente torcedor das peladas da segunda divisão.

Comentários
Carregando