Resident Evil 6 – O Capítulo Final… Será mesmo o final?

Saga baseada em famoso game da Capcom após 14 anos chega com seu sexto filme.

Uma das franquias mais famosas de game e uma das que mais foi rentável a produção de filmes, mesmo seguindo por um caminho totalmente diferente da trama dos games, ainda sim suas adaptações são bastante apreciadas pelos fãs, vale lembrar que a protagonista dos filmes nunca apareceu em nenhum dos games, de qualquer forma, essas adaptações merecem méritos por conta de uma boa dedicação que o escritor e diretor Paul W.S. Anderson teve durante esses anos, mais uma vez estrelado pela atriz Milla Jovovich, uma das atrizes mais carismáticas (e lindas) de Hollywood.

Sinopse

Sobrevivente do apocalipse zumbi, Alice (Milla Jovovich) retorna para onde o pesadelo começou, Raccoon City, onde a Umbrella Corporation reúne suas forças para um ataque final contra os sobreviventes do apocalipse, para vencer a dura batalha final e salvar o que sobrou da raça humana, Alice recruta velhos e novos amigos para o combate que possivelmente será o final.

Sobre o filme

O filme é um possível bom fechamento para a franquia, desta vez nota-se que a produção teve uma dedicação maior com este filme, mais sério e sombrio e com uma pequena porção de humor que não passa do limite, infelizmente ainda deixaram a desejar em algumas coisas como o ambiente criado neste filme, quase tudo muito escuro e as seqüências de ação por vezes rápidas demais e ficando um pouco difícil de entender detalhadamente o que está acontecendo em determinada cena e por conta disto o efeito 3D se torna dispensável, quantos aos sustos, exageraram demais, repetem tantas vezes que a partir de certo momento o espectador fica com um pouco de desconforto nos ouvidos por causa do barulho (culpa também dos multiplex?), não fica muito claro o que realmente aconteceu no intervalo do quinto para o sexto filme, alguns detalhes na trama são bastante previsíveis também e roteiro ligeiramente preguiçoso que faltou se aprofundar mais em alguns detalhes da trama.

Mas nem tudo é ruim, mesmo com as falhas citadas acima, é oferecido um bom blockbuster cheio de ação e excelentes efeitos especiais, roteiro bem focado no objetivo da protagonista, o filme em si não é nem um pouco cansativo, adaptação bem mais séria que os dois filmes anteriores, principalmente se compararem com o quinto filme que em minha opinião é o pior de todos e considerado um fiasco pela maioria do público que assistiu, neste sexto filme  temos algumas surpresas na trama que deixam alguns pontos do filme mais intensos.

Sinceramente, mesmo com algumas falhas, esta franquia merece o respeito dos fãs, atualmente o filme tem um orçamento bastante alto, mas vale lembrar que o primeiro dos seis filmes teve um custo abaixo de 50 milhões, pouco para um filme considerado blockbuster, em 2002 com o ´Resident Evil – O Hospede Maldito` que a cada filme foi melhorando cada vez mais seu orçamento, o interessante deste sexto filme é que Paul W.S. Anderson, que escreveu a  todos os seis filmes e dirigiu a maioria, tentou juntar os acontecimentos de todos os filmes anteriores, em alguns momentos vemos cenas flashbacks que lembrará o espectador de detalhes que talvez tenha caído no esquecimento por conta do tempo que foram lançados os anteriores, além de voltar a focar nos zumbis, também voltamos a origem de Alice com relação a sua perda de memória que aconteceu no primeiro filme, temos de volta os vilões Dr. Isaacs (Iain Glen, de Game Of Thrones e que esteve presente no terceiro Resident Evil) e Albert Wesker (Shawn Roberts, que também já esteve presente em vários dos filmes da franquia) além da companheira nas batalhas de Alice, Claire Redfield (Ali Larter) que mais uma vez se junta ao grupo para combater a Umbrella Corporation.

Apesar do filme ainda deixar uma boa ponta para um possível sétimo filme, é mostrado um encerramento muito bem estruturado e eficiente para a personagem Alice, além disto, Resident Evil 6 – O Capítulo Final é uma das principais estréias de Janeiro e cumpre a promessa que fez ao oferecer um excelente filme repleto de ação do inicio ao fim e realmente o filme é assim, em nenhum momento você sentirá tédio e conforme os personagens vão caminhando ao seu objetivo, a trama vai crescendo cada vez mais, com certeza o foco da produção foi os seus fãs já que o filme é um prato cheio de referencias e tudo ligado a cada detalhe dos cinco filmes anteriores, mas realmente não acho que este será o último filme.

Resident Evil 6 – O Capítulo Final chegou aos cinemas nacionais dia 26 de Janeiro, confira o trailer:

 

 

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

1 thought on “Resident Evil 6 – O Capítulo Final… Será mesmo o final?

  1. Muito bom final da franquia. Este filme é umo do meus preferidos me manteve tensa todo o momento, e um filme que tem que assistir da programação da hbo tem uma boa história esta franquia, desde o começo ele te pega. No elenco vemos A Mila Jovovich uma excelente atriz do Hollywood que faz uma grande atuação neste filme. Realmente a recomendo.

Deixe uma resposta