Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Revista alemã é condenada por dar notícia falsa sobre Schumacher

0

A revista alemã Bunte foi condenada nesta sexta-feira a pagar uma indenização de 50.000 euros (cerca de 168.000 reais) à família de Michael Schumacher por ter divulgado uma notícia falsa sobre a recuperação do maior campeão da história da Fórmula 1. Em dezembro de 2015, dois anos depois do acidente de esqui sofrido pelo alemão nos Alpes Franceses, a publicação noticiou que Schumacher teria voltado a caminhar, com o título “um milagre de Natal”.

Nesta manhã, o tribunal distrital da cidade de Hamburgo condenou a Bunte por violação do direito à privacidade da família de Schumacher. O tribunal ainda informou que Schumacher segue sem conseguir andar. “Schumacher não pode andar hoje e é improvável que tenha conseguido na época.”

A revista, no entanto, alegou que a informação foi passada por uma fonte e que havia investigado o caso, o que teria reduzido o valor da indenização. Familiares e a assessora de Schumacher trataram a notícia como “irresponsável” e chegaram a pedir compensação de 100.000 euros.

O acidente de esqui ocorrido em 29 de dezembro de 2013, na França, deixou o ex-piloto alemão de 48 anos com a saúde bastante debilitada e, desde então, não se sabe ao certo qual é a real condição de Schumacher. Ele bateu a cabeça em uma pedra enquanto esquiava na estação de Méribel, na França, e teve uma séria lesão no crânio.

Schumacher passou seis meses internado em Grenoble e, depois de sair do estado de coma, passou três meses na cidade suíça de Lausanne, até ir para casa, na vizinha Gland, onde segue sua recuperação. Nos últimos meses, seu estado de saúde não teve atualizações oficiais.

Comentários
Carregando