Roberto Sobrinho participa de ato pró-Dilma; ex-prefeito é acusado de desviar 15 mi

A organização criminosa, segundo o MP que realizou a Operação Vórtice, era chefiada pelo ex-prefeito e o ex-presidente da Emdur, Mário Sérgio

O Rondoniagora mostrou que o pré-candidato escolhido pelo Partido dos Trabalhadores à Prefeitura de Porto Velho, o ex-prefeito Roberto Sobrinho participou na sexta-feira à tarde das manifestações contra o impeachment da presidente Dilma e do ato pró-Lula organizado pela legenda petista e os movimentos sindicais. Sobrinho, que até esses dias mal era encontrado nos corredores da Assembleia Legislativa onde mantém um cargo, subiu ao carro de som para defender o ex-presidente Lula, acusando setores do Judiciário, mídia e partidos políticos de orquestrarem o que chamou de golpe contra a presidente da República.

Roberto Sobrinho é conhecido da polícia e dos órgãos de investigação. No final de sua administração, ele sofreu duas operações lideradas pelo Ministério Público Estadual e Ministério Público Federal. Batizadas de Vórtice e Endemia, os promotores e procuradores descobriram esquemas de desvio de recursos na ordem de milhões de reais através de licitações fraudulentas na Prefeitura de Porto Velho.

A organização criminosa, segundo o MP que realizou a Operação Vórtice, era chefiada pelo ex-prefeito e o ex-presidente da Emdur, Mário Sérgio. Os dois acabaram presos.

Na operação Endemia, as investigações da Controladoria Geral da União (CGU) iniciaram em 2011 e apontaram que a organização criminosa, integrada por agentes públicos municipais, empresários e laranjas, fraudou contratos de prestação de serviços firmados entre 2005 e 2012 com a prefeitura, envolvendo as secretarias municipais de Administração, de Serviços Básicos, de Obras, de Agricultura, bem como a Procuradoria-Geral e a Controladoria-Geral municipais. Os desvios chegaram a R$ 15 milhões.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta