Robô policial’ é achado ‘afogado’ em fonte d’água nos EUA

Fabricante descartou envolvimento de seres humanos. Suspeita é que robô tenha tropeçado nos degraus na frente da fonte

Um robô construído para agir como uma espécie de policial foi achado “afogado” em uma fonte d’água na capital norte-americana Washington na tarde desta segunda-feira (17), apenas cinco dias após o patrulheiro eletrônico começar a operar. Após os fabricantes descartarem que algum humano esteja envolvido, a hipótese mais provável é que o robô tenha sido vencido pelos degraus do espelho d’água.

“Nós temos um novo xerife na cidade”, anunciou a administradora de condomínios MRP Realty a chegada do K5, modelo de “robô policial” fabricado pela Knightscope.

A máquina, chamada de Steve, começou a trabalhar na última quarta-feira (12). Como qualquer estreante, Steve estava se habituando à nova função. “Atualmente, ele está mapeando o território daqui para ser plenamente autônomo”, informou a MRP Realty, que não deixou de ressaltar o “extensivo catálogo de capacidades de segurança” do novo funcionário.

Só que Steve não contava os traiçoeiros degraus de uma fonte d’água. A cena de o robô ser retirado da água por policiais de carne e osso não foi perdoada pelas pessoas que trabalhavam no local.

“O prédio onde fica nosso escritório na capital arranjou um segurança robô. Ele se afogou sozinho. Eles nos prometem carros voadores, mas, em vez disso, nos entregam robôs suicidas”, comentou Bilal Farooqui.

Outro já imaginou uma possível solução para a invasão das máquinas:
“Degraus são as nossas melhores defesas contra o Apocalipse Robô”, disse Peter Singer.

Steve, o robô afogado, tem de 1,5 metro de altura e pesa 135 kg, distribuídos em uma carcaça em formato de cilindro afunilado. Equipado com sensores que lhe permitem sentir cheiro, intensidade luminosa e calor, o robô monitora o ambiente em seu entorno. Ele também faz isso com quatro câmeras que lhe dão uma visão periférica. Quando nota algo estranho, o K5 emite apitos e gira.

Stacy Dean Stephens, vice-presidente de marketing e vendas da Knightscope, afirmou ao site “Cnet” que afogamento foi um “incidente isolado”. “Nenhuma pessoa ficou ferida ou se envolveu de forma alguma.” A MPR Realty acrescentou: “Esses incidentes mostram que melhorias são necessárias”.

Não é a primeira vez que o K5 se envolve em alguma confusão. Em abril, um homem bêbado foi preso após agredir um robô na Califórnia.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta