fbpx
Rotas de ônibus são alteradas com desativação de terminal em Porto Velho

O terminal de integração Euclides da Cunha foi desativado oficialmente nesta semana, mas de a Secretaria de Trânsito Mobilidade e Transporte (Semtran) afirma que local não era mais considerado ponto de integração há mais de um ano e funcionava apenas como um grande ponto de ônibus, em Porto Velho.

Com a desativação do Euclides da Cunha, algumas rotas foram alteradas e a prefeitura espera reduzir o tempo do passageiro dentro do ônibus. Para o secretário da Semtran, Carlos Henrique Costa, o “terminal de integração” se perdeu.

“A partir do momento que a integração está sendo feita dentro do próprio ônibus, através do cartão cidadão, não há mais a necessidade de ter um terminal de integração. Todos os carros já estão equipados com o sistema de bilhetagem através do cartão. Não estamos desativando um terminal de integração e construindo novos terminais de integração, não é isso”, afirma o secretário.

Sobre o ponto de ônibus coberto recém-construído na Avenida Jorge Teixeira, a Semtran afirma se tratar apenas de uma parada, mas com suporte para muitos passageiros.

“Esse ponto de ônibus não faz integração, só que a pessoa pode descer ali e pegar outro ônibus. A parada comporta de 10 a 15 pessoas e não é obrigatório o passageiro descer ali. O local é um ponto de confluência que passa o carro rosa (Expresso Central) e outros ônibus da Zona Sul e da Leste”, explica o secretário.

Trabalhadores do Consórcio Sim ainda estão fixando bancos e limpando o ponto construído (Foto: Hosana Morais/G1)

Com a desativação do terminal Euclides da Cunha, as rotas Norte Sul, Grande Circular B, Hospital de Base, Areal Centro, Jardim Santana via Jorge Teixeira, Orgulho do Madeira, Arela via Hospital de Base foram alteradas.

Ao invés dos ônibus seguirem pela Avenida Jorge Teixeira e fazerem a rota pelo Hospital de Base, agora cortam pela Rua Almirante Barroso, sobem a Avenida Rogério Weber, Avenida Sete de Setembro, Nações Unidas e depois seguem para os seus etinerários comuns.

Por causa da mudança nas rotas citadas, a linha Expresso Central (carro rosa ) foi criada, seguindo a rota que os demais ônibus faziam.

“O Expresso Central fará o trajeto Avenida Jorge Teixeira, Hospital de Base, sobe a Migrantes, depois a Farquar, passa pela praça do relógio e sobe a Avenida Sete de Setembro. Depois passa pela Nações Unidas, pega a Amazonas e volta para a Jorge Teixeira. A cada dez minutos temos disponíveis quatro carros”, informou Carlos Costa.

Embora a parada de ônibus da Avenida Jorge Teixeira já esteja em funcionamento, trabalhadores do Sistema Integrado Municipal (Sim) ainda realizam a instalação dos bancos e fazem a limpeza do local.

Já o painel de LED com as informações da rotas e o wi-fi será instalado ainda esta semana, segundo o secretário da Semtran.

Fonte: g1
Painel Político, é um blog de notícias de Rondônia, com informações sobre política regional, nacional, economia, jurídico e variedades. Siga-nos nas redes sociais, visite-nos diariamente e fique sempre bem informado.

Deixe uma resposta