Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Saiba como cuidar dos dentes do seu pet

0

A saúde bucal dos cães é tão importante quanto a de seus donos. Eles podem quebrar ou fraturar os dentes, ter problemas de gengiva e muita formação de placa. Porém, diferente dos humanos, os cachorros não costumam escovar os dentes diariamente.

No caso da placa, por exemplo, composta de saliva, restos de alimentos, células mortas, bactérias e seus subprodutos, ela é engrossada justamente pelo fato de não ser escovada todos os dias – multiplicando, assim, o número de bactérias.

A consequência pode ser notada por meio de inflamações e da destruição de tecidos bocais do pet. Com o avanço do quadro, ocorre a quebra dos ossos e perda dos dentes (gerando extrema dor ao animal).
Sintomas dos problemas citados acima incluem: gengivas vermelhas ou sangrando, sangue nos brinquedos, mau hálito, caroços ou inchaços na boca, saliva viscosa ou com sangue, mastigação com apenas um lado da boca e corrimento nasal e espirros, pois a gengivite avançada pode levar a uma perda óssea entre a cavidade nasal e oral.

Vale ressaltar que, mesmo com problemas graves na dentição ou com o aparecimento de doenças periodontais, o cão provavelmente irá comer e agir normalmente. Dessa forma, fique atento ao notar dentes escurecidos, quebrados ou soltos. Exames orais anuais, raio-x e limpezas feitas com anestesia geral, são maneiras que o veterinário possui para saber o que acontece com o pet.

Limpar os dentes do seu cão todos os dias é mais uma forma de prevenir ou retardar o progresso de doenças orais. Tudo que o que é preciso é de creme dental e escova de dentes caninas, além de paciência. Ofereça também brinquedos para mastigar, de borracha ou ossos flexíveis.

Evite guloseimas, brinquedos duros, ossos de animais crus ou cozidos, de nylon, de couro cru, cascos de vaca ou de porco e não ofereça bolas de tênis, que podem desgastar os dentes.
Converse com o veterinário e estabeleça uma dieta com uma ração saudável, de qualidade e especifica para o seu cachorro, ou seja, com aditivos que evitem o endurecimento da placa, ou dando alimentos secos que estimulem os dentes durante a mastigação.

Sempre que possível, procure por dentes quebrados e sem cor dentro da boca do animal, verifique o hálito dele e procure por sangramentos na tigela de água ou de comida. Repare se o cão estiver recusando alimentos ou se chora quando come. Se você perceber alguns desses sinais, fale com um veterinário o quanto antes.

Comentários
Carregando