Saiba como usar a nova função de correio de voz do WhatsApp

WhatsApp Web lança atualização que afeta layout e GIFs; entenda

A função, na verdade, apenas adiciona um atalho para as já conhecidas mensagens de áudio que podem ser trocadas pelo chat comum

O WhatsApp ganhou nesta semana uma atualização que traz aos usuários comuns um recurso que a versão de testes já tem há algum tempo: correio de voz. Com ele, é possível deixar uma mensagem para um contato caso essa pessoa não atenda a sua chamada pelo app.

A função, na verdade, apenas adiciona um atalho para as já conhecidas mensagens de áudio que podem ser trocadas pelo chat comum do app. Em vez de ir até a janela de conversa com seu contato, você pode deixar uma mensagem pela tela de chamada.

Para usar o novo recurso, portanto, é bem fácil. Basta realizar uma chamada de voz comum. Se o seu contato não atender ou recusar a ligação, você verá três botões com opções do que fazer em seguida: cancelar a chamada, ligar novamente ou deixar uma mensagem de voz.

Reprodução

Para deixar um áudio na caixa de mensagens do seu contato, você só precisa tocar no ícone do microfone à direita da tela e mantê-lo pressionado enquanto grava o áudio. Para enviar a mensagem, basta soltar o botão. É basicamente a mesma mecânica das mensagens de voz tradicionais.

O áudio será então enviado ao seu contato e você pode ouvi-lo novamente na janela da sua conversa com essa pessoa. Simples e rápido, o WhatsApp começa a cada vez mais incomodar as operadoras com recursos que substituem as ligações comuns.

Deixe sua opinião via Facebook abaixo!
Por favor, dê um like em nossa página no Facebook
Placeholder
Anterior «
Próximo »

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

  • twitter
  • googleplus

Deixe uma resposta

Direto de Brasília

Associado da Liga de Defesa da Internet