Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Sargento da PM está desaparecido há 4 dias e família cobra explicações

Eles estiveram na manhã desta segunda-feira (23) com o secretário de segurança de Alagoas, Lima Júnior para saber como andam as investigações

0

Após quatro dias do desaparecimento do sargento da Polícia Militar (PM) Célio Cícero Valdemar, 50, a família dele se reuniu com o secretário de Segurança Pública, coronel Lima Júnior, nesta segunda-feira (23) para cobrar uma maior investigação sobre o caso.

A reunião acontece na sede da Secretaria de Segurança Pública de Alagoas (SSP-AL). O sargento sumiu no dia 19 deste mês, após deixar a filha no bairro do Tabuleiro do Martins e seguir para um supermercado atacadista de Maceió, desde então não se há notícias sobre Valdemar.

De acordo com o irmão da vítima, Isaac Valdemar, não há nenhuma linha de investigação ainda. “Ele tinha deixado a filha no estágio e última notícias que nós temos é nenhuma. Só algumas imagens que foram divulgadas”, diz.

Ainda segundo ele, na reunião a família irá pedir mais mobilização da polícia para que o caso seja desvendado.
“Estamos vivendo um drama, uma situação em que a família está sofrendo emocionalmente. Ele nunca desapareceu. Queremos informações, ter apoio e mais desempenho da polícia”, relata o irmão.

No domingo, a filha do sargento divulgou um vídeo nas redes sociais em que pede ajuda para localizar o pai. Segundo ela, apesar dos esforços da polícia, ainda não há notícias sobre o paradeiro dele.

Da última vez em que Cíntia viu o pai, ele estava usando calça jeans e uma camisa de cor vinho listrada na vertical. O veículo dele, um Gol preto de placa NLW-2572/AL foi visto pela última vez por câmeras de monitoramento da polícia, seguindo em direção a Flexeiras.

Valdemar é sargento em São Miguel dos Milagres. Ele também é evangélico e atua como presbítero da igreja Assembleia de Deus.

G1/AL

Comentários
Carregando