Sargento da Polícia Militar é morto a tiros de fuzil no Rio de Janeiro; já são 93 PMs mortos em 2017

Márcio Thomé Ribeiro e uma jovem foram atingidos por tiros de fuzil

O sargento da Polícia Militar Márcio Thomé Ribeiro foi morto a tiros na noite desta sexta-feira (4), em Realengo, Zona Oeste do Rio. O policial, lotado no 15º BPM (Duque de Caxias), estava ao volante de seu Corolla quando foi baleado na Rua Bernardo de Vasconcelos.

Uma jovem, que acompanhava o sargento, também foi morta. Até o momento desta publicação, ela não havia sido identificada. Com a morte de Ribeiro, sobe para 93 o número de policiais militares assassinados no Rio de Janeiro em 2017.

De acordo com policiais do 14º BPM (Bangu) que estiveram no local do crime, Ribeiro e a jovem foram mortos por tiros de fuzis – perto do carro havia cápsulas de calibres 5.56 e 7.62. A Divisão de Homicídios (DH) da Polícia Civil foi acionada e assumiu as investigações do crime.

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta