Sarney propõe, em gravação, ajudar ex-presidente da Transpetro

José Sarney prometeu intervir no caso do ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado sem envolver advogado, informa a Folha de São Paulo. Segundo o jornal, o ex-presidente da República tentaria evitar que o processo de Machado fosse para a vara de Sérgio Moro, em Curitiba (PR).

As declarações de Sarney foram gravadas pelo próprio Machado, que teria concordado imediatamente que “advogado não pode participar disso”, “de jeito nenhum” e que “advogado é perigoso”. Sarney repetiu três vezes: “Sem meter advogado”, informa a Folha. Nesta terça, o ex-presidente da Transpetro fechou um acordo de delação com o Supremo Tribunal Federal.

Em declaração à Folha, Sarney informou: “As conversas que tive com ele (Machado) nos últimos tempos foram sempre marcadas, de minha parte, pelo sentimento de solidariedade, característica de minha personalidade. Nesse sentido, expressei sempre minha solidariedade na esperança de superar as acusações que enfrentava. Lamento que conversas privadas tornem-se públicas, pois podem ferir outras pessoas que nunca desejaríamos alcançar”, diz a nota assinada pelo ex-presidente.

Painel Político, principal fonte de informações políticas de Rondônia. Com noticiário completo sobre economia, variedades e cultura.

Deixe uma resposta