Se dizendo “traída”, mulher é presa após jogar água fervente no pênis do marido e atacá-lo com facão

Uma ajudante-geral de 55 anos foi presa por tentativa de homicídio após atacar o marido com um facão e jogar água fervente no pênis dele durante uma discussão em casa, em Araçariguama (SP). A Polícia Civil investiga o caso registrado na delegacia na terça-feira (2).

Conforme o boletim de ocorrência, Eli Barbosa Lima desferiu 25 golpes de facão contra o ajudante de pintor, de 32 anos, atingido em várias partes do corpo, como cabeça, braços e pernas. Após a agressão, ela ainda jogou água quente nos órgãos genitais dele.

Segundo a polícia, a briga aconteceu por volta das 4h, quando o homem chegou em casa, no Jardim Brasil. Em depoimento, a vítima disse que a esposa o acusou de traição e disse que iria matá-lo.

O homem conseguiu fugir da casa e procurou atendimento no pronto-socorro da cidade, onde a equipe médica acionou a Polícia Militar. Uma equipe foi até o local de trabalho da agressora e a encaminhou para a delegacia.

Após o relato da vítima, a mulher confirmou as agressões alegando que o companheiro confessou uma traição com a prima dela.

A mulher foi autuada em flagrante por tentativa de homicídio. Ela foi encaminhada para a Cadeia Pública de Votorantim (SP). O marido recebeu atendimento no pronto-socorro de Araçariguama e recebeu alta no mesmo dia.

G1/SP

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta