fbpx
Secretário de Confúcio nega participação em ataques virtuais contra Expedito

Através do Facebook, ferramenta virtual através da qual conversou com um jornal local, o secretário de Estado da Educação de Rondônia, Emerson Castro, negou que ajude a administrar uma página eletrônica que vinha disparando críticas contra o ex-senador Expedito Júnior, candidato a governador pelo PSDB.
Ao responder à acusação, veiculada em vários sites de Rondônia, e apresentada a ele pelos jornais, o educador enviou a seguinte mensagem:
“Estou em BSB (Brasília), em reunião com secretários de Estado da Educação. Mas estou tranquilo sobre isso. Eu sequer sabia que havia sido incluído como administrador dessa suposta página política.
E, acredite, JAMAIS alimentei qualquer nota na mesma. Meu tempo é pouco pra me dedicar à minha missão na SEDUC.
Não tenho, e em 15 anos de vida pública, nunca tive, tempo, disposição, ou índole pra fazer esse tipo de jogo rasteiro… E, decerto, o Facebook tem como deixar demonstrado que jamais alimentei isso.
Quando me manifesto, o faço no meu perfil pessoal, sem medo de manifestar minhas posições políticas, pessoais e até familiares a quem quer que seja.Pois como cidadão, tenho esse direito.
E sequer uso celulares institucionais ou tablets ou notebooks públicos”.

Fonte: FS

Alan Alex é jornalista, editor do site e da coluna Painel Político. Natural de Porto Velho foi criador e editor do site Portal364, trabalhou na redação dos jornais Diário da Amazônia, Folha de Rondônia, revista Painel Político, foi assessor de imprensa, é roteirista, editor de conteúdo e relações públicas. Também atuou como repórter de TV e rádio. É filiado à ABRAJI.

Deixe uma resposta