Painel Político
A maior agência de notícias em seu Whatsapp do Brasil

Secretários de Confúcio administravam página que atacava Expedito no Facebook

0

Uma decisão proferida pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de Rondônia, mais especificamente pelas mãos do juiz auxiliar Sérgio William Domingues Teixeira, na última segunda-feira (11), trouxe à tona mais um episódio embaraçoso envolvendo disputa desleal entre candidatos ao Governo do Estado.
A liminar, concedida após a coligação “Frente Muda Rondônia” mover representação eleitoral contra a rede social Facebook e a página “Mais Rondônia”, determinou sua imediata suspensão na ocasião.
Ela estaria sendo utilizada até então para patrocinar ataques a Expedito Júnior (PSDB), candidato ao Palácio Presidente Vargas, além de promover atos do atual Governo de Rondônia, exaltando as atuações de Confúcio Moura (PMDB), que busca a reeleição no pleito .
A rede social foi intimada a cumprir a determinação no prazo de seis horas, sob pena de incorrer na prática de crime de desobediência eleitoral, além de poder arcar com multa cujos valores poderiam variar entre duzentos e dez mil reais. A página já está fora do ar.
Quem administrava a página ‘Mais Rondônia’
O próprio juiz eleitoral surpreendeu antes de tomar sua decisão, ao revelar que o Facebook indicou os nomes dos responsáveis pela página que fazia ataques a Expedito e ao mesmo tempo exaltava Confúcio.
“ …o representado Facebook indicou que os responsáveis pela página com o perfil nomeado de “Mais Rondônia” são os senhores Augusto Branco, José Martins Coelho; Hercules Guirion; Cibele dos Santos; Emerson Castro; Aroldo Vasconcelos; Jerry Fiusa; Gabriela Mourão; Nazareno Vieira de Souza e Leo Lage”, mencionou Sérgio William.
Emerson Castro é o atual secretário de Educação do Estado de Rondônia, membro oficial do “Governo da Cooperação”, capitaneado por Confúcio Moura.
José Martins Coelho é ex-secretário de Assuntos Estratégicos. Antes, ocupou cargo no gabinete do governador.

Fonte: Rondônia Dinâmica

Comentários
Carregando